Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do sistema estomatognático e de sincrânios de lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) em vida livre e cativeiro (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LOPES, FERNANDA MARIA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: ODONTOLOGIA VETERINÁRIA; SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO; DENTE; CANIDAE; ANIMAIS SELVAGENS
  • Language: Português
  • Abstract: O lobo-guará corresponde à maior espécie de canídeo da América do Sul, habitando regiões de gramado, cerrado e florestas de arbustos. A alimentação destes animais consiste de uma dieta onívora, incluindo pequenos mamíferos, répteis, insetos, plantas forrageiras e frutos. Há escassa literatura acerca das enfermidades orais nesta espécie, tanto em vida livre quanto em cativeiro. O presente trabalho teve como objetivo realizar o levantamento das principais afecções do sistema estomatognático e de sincrânios de lobos-guará, de indivíduos provenientes de vida livre e cativeiro, avaliar se há diferenças nas prevalências de lesões orais entre os grupos, e determinar parâmetros e características fisiológicas do sistema estomatognático para a espécie. Para isso, foram estudados 80 espécimes, sendo 63 sincrânios e 17 animais vivos. As afecções orais mais freqüentes foram: desgaste dentário (87,3%), fratura dentária (54,4%), doença periodontal (49,3%), anomalia dentária (49,3%), e cárie (11,4%). Dentre as anomalias dentárias, a presença de raiz acessória foi expressiva, correspondendo a 37,1% dos sincrânios, sendo mais prevalente no primeiro molar superior (46,7%) e segundo molar inferior (26,7%). As lesões sugestivas de cárie foram observadas em 18 dentes de nove lobos-guará, sendo seis deles provenientes de vida livre. A gravidade e a prevalência de doença periodontal foram mais acentuadas em animais de cativeiro, correspondendo a 66,6% deste grupo ea 47,3% do grupo de vida livre. Defeitos ósseos de fenestração e deiscência foram encontrados, respectivamente, em 22,5% e 61,3% dos sincrânios. A maioria das fraturas dentárias apresentou exposição da câmara pulpar (84%), ocorrendo principalmente nos dentes caninos e incisivos. Conclui-se que o lobo-guará apresenta fórmula dentária e padrão oclusal semelhante ao do cão doméstico, e que as afecções orais são achados freqüentes ) na espécie. A prevalência de algumas enfermidades, como a doença periodontal, apresenta diferenças entre os grupos de vida livre e cativeiro. A presença de raiz acessória e defeitos ósseos alveolares observados na espécie, assim como a prevalência de outras afecções orais necessitam de mais estudos para elucidação dos fatores envolvidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.02.2009
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOPES, Fernanda Maria; GIOSO, Marco Antônio. Avaliação do sistema estomatognático e de sincrânios de lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) em vida livre e cativeiro. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-22042009-113850/ >.
    • APA

      Lopes, F. M., & Gioso, M. A. (2009). Avaliação do sistema estomatognático e de sincrânios de lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) em vida livre e cativeiro. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-22042009-113850/
    • NLM

      Lopes FM, Gioso MA. Avaliação do sistema estomatognático e de sincrânios de lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) em vida livre e cativeiro [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-22042009-113850/
    • Vancouver

      Lopes FM, Gioso MA. Avaliação do sistema estomatognático e de sincrânios de lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) em vida livre e cativeiro [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-22042009-113850/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019