Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Intenções e comportamentos reprodutivos de mulheres que vivenciam alta fecundidade em um grande centro urbano (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOARES, VâNIA MUNIZ NéQUER - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Subjects: FERTILIDADE; REPRODUÇÃO (ASPECTOS SOCIAIS); ANTICONCEPÇÃO; PLANEJAMENTO FAMILIAR; SAÚDE REPRODUTIVA; DIREITOS DA MULHER
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: As escolhas relacionadas à fecundidade são complexas e envolvem idéias e valores das sociedades e de seus integrantes. Existem muitos estudos que procuram explicar a fecundidade a partir de variáveis socioeconômicas e culturais, mas não indagam os motivos que teriam levado as mulheres a proceder de uma forma ou de outra para a formação de suas famílias. A fecundidade abaixo do nível de reposição é observada nos grandes centros urbanos brasileiros há algumas décadas, mas permanecem diferenciais intra-urbanos que precisam ser identificados, assim como seus determinantes. Objetivo: Identificar os diferenciais de fecundidade no município de Curitiba e contribuir para o conhecimento e entendimento do comportamento reprodutivo, motivações e vivência das mulheres com alta fecundidade. Metodologia: Pesquisa quantitativa e qualitativa, de caráter descritivo e exploratório. Analisou-se inicialmente a tendência da fecundidade e os diferenciais por bairro. O estudo na etapa quantitativa incluiu 441 mulheres residentes em Curitiba que tiveram o quinto ou mais filhos nascidos vivos em 2005, identificadas pelo SINASC. Para coleta dos dados nesta etapa utilizou-se questionário semi-estruturado. Os dados foram organizados em banco de dados Access e analisados com o uso do programa computacional Statistica v.8.0. Os sujeitos da etapa qualitativa constituíram-se de nove mulheres entrevistadas em profundidade a partir de roteiro temático. Os dadosqualitativos foram interpretados seguindo os ensinamentos da \"análise de conteúdo\". Resultados: A taxa de fecundidade em Curitiba chegou a 1,5 filhos por mulher em 2005, mas com diferenciais intra-urbanos. Nove dos 75 bairros de Curitiba concentravam 59,6% das mulheres com alta fecundidade. Cerca de 90% das entrevistadas tiveram mais filhos do que desejavam. O número ideal de filhos referidos variou entre 2,4 e 2,9. No momento da ) entrevista 85% das mulheres usavam algum método contraceptivo com prevalência da laqueadura e da pílula. A esterilização voluntária foi efetivada para apenas 36,4% das mulheres e 42% dos homens solicitantes. A auto-avaliação de saúde não boa foi referida por 40% das mulheres. As entrevistadas relataram dificuldade de acesso aos programas de proteção social e à casa própria. Contribuíram para o maior número de filhos, as falhas dos programas de planejamento familiar, a falta de informação e domínio da negociação no uso dos métodos contraceptivos, as desigualdades de gênero e a vulnerabilidade psico-afetiva das mulheres. As entrevistadas da etapa qualitativa vivenciaram trajetórias reprodutivas e produtivas conflituosas marcadas pelas desigualdades sociais e de gênero. A maioria das mulheres do estudo apresentava elevada vulnerabilidade social. Conclusões: Uma diversidade de fatores, além dos socioeconômicos, exerce influência na definição da maternidade e do número de filhos. Identificou-se que são necessáriasmedidas que implementem o acesso à contracepção, a inclusão dos homens neste processo, a capacitação de profissionais para a assistência sexual e reprodutiva. São indispensáveis a promoção de políticas compatíveis para realização da maternidade, que facilitem a participação das mulheres no mercado de trabalho e promovam a eqüidade entre os sexos tanto neste mercado quanto no âmbito doméstico e medidas efetivas de proteção social. A liberação da laqueadura no pós-parto normal imediato foi recomendada, com vistas a agilizar e facilitar o acesso das mulheres a este procedimento.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.04.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800042259Dr 927
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Vânia Muniz Néquer; SCHOR, Néia. Intenções e comportamentos reprodutivos de mulheres que vivenciam alta fecundidade em um grande centro urbano. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-25052009-134336/ >.
    • APA

      Soares, V. M. N., & Schor, N. (2009). Intenções e comportamentos reprodutivos de mulheres que vivenciam alta fecundidade em um grande centro urbano. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-25052009-134336/
    • NLM

      Soares VMN, Schor N. Intenções e comportamentos reprodutivos de mulheres que vivenciam alta fecundidade em um grande centro urbano [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-25052009-134336/
    • Vancouver

      Soares VMN, Schor N. Intenções e comportamentos reprodutivos de mulheres que vivenciam alta fecundidade em um grande centro urbano [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-25052009-134336/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: