Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Interpretação de dados gravimétricos e eletromagnéticos do Sul do Cráton São Francisco :: novos modelos crustais e litosféricos / (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINTO, LUIZ GUSTAVO RODRIGUES - IAG
  • USP Schools: IAG
  • Sigla do Departamento: AGG
  • Subjects: GRAVIMETRIA; CRÁTON
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho foram abordados dois temas geofísicos visando o avanço no conhecimento da litosfera do Sul do Cráton São Francisco. O primeiro tema teve como objetivo a proposição de um método alternativo para a definição de bordas de placas litosféricas, utilizando dados gravimétricos. Utilizou-se o mapa da primeira derivada vertical da anomalia gravimétrica Bouguer continuada para cima à altura de 100 km. Resultados crustais, ao longo de um perfil de sísmica de refração profunda, localizado no estado de Goiás e a modelagem gravimétrica 2-D de um perfil localizado entre os estados de São Paulo e Minas gerais foram utilizados para calibrar os resultados da derivada vertical. Recentes dados geoquímicos, petrológicos e de tomografia sísmica reforçam o resultado de que, nas bordas sul e oeste, a placa São franciscana estende-se sob a Faixa Brasília e a parte da bacia do Paraná. O segundo tema foi a interpretação de uma anomalia gravimétrica Bouguer positiva, aproximadamente circular com amplitude da ordem de 25 mGal. Nesta mesma região existe uma anomalia positiva de geóide, também circular, com raio de aproximadamente 250 km e uma amplitude de +7 m. O método sísmico da função do receptor não mostra a existência de afinamento crustal, eliminando assim, uma das possíveis causas da anomalia gravimétrica. Perfis magnetotelúricos radiais à anomalia gravimétrica indicam a presença de uma região no manto com resistividade elétrica mais baixa(<100'ÔMEGA.m), com origem a 200 km de profundidade e estendendo até a crosta inferior. Os resultados da inversão gravimétrica 3-D do alto gravimétrico indicam que a crosta inferior mais densa atinge uma espessura de 12 km, se assumirmos um contraste de densidade de +50kg/'M POT.3'. Coincidentemente com a região de crosta inferior mais densa, as sondagens magnetotelúricas indicam uma crosta eletricamente mais condutora, reforçando a existência de um underplating magmático. ) A impregnação de material derivado do manto, na base da crosta, é evidenciado em superfície, pela presença de diversos diques de basaltos teleíticos de composição similar aos basaltos da parte norte da Bacia do Paraná )alto 'TiO.IND.2') de idades do Cretáceo inferior. Os diques toleíticos estão distribuídos por toda região sul do cráton. O manto litosférico com menor resistividade elétrica estende-se até profundidade de 200 km, sugerindo que o manto litosférico do sul do cráton São Francisco sofreu um rejuvenescimento composicional e leve aumento de densidade (50 a 70kg/ 'M POT.3'), responsável pelo alto de geóide. A diminuição de resistividade elétrica no manto, abaixo de profundidade de 100 km, é mais facilmente explicada pela presença de fundidos carbonatíticos no manto superior, provenientes de partes mais profundas do manto e resultantes de um menor grau de fusão. O magmatismo carbonatítico foi anterior ao magmatismo toleítico, uma vez que dados petrológicos e geoquímicos mostramque os diques toleíticos do Cretáceo inferior na região do Espinhaço apresentam de 5% a 10% de carbonatitos em sua composição. A forma semi-circular do limite sul erosional do grupo Bambuí deve ser resultado da erosão dos sedimentos mais antigos, ao soerguimento da litosfera, durante o magmatismo carbonatítico.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.03.2009

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IAG30200024666AGG 195 P728i
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINTO, Luiz Gustavo Rodrigues; USSAMI, Naomi. Interpretação de dados gravimétricos e eletromagnéticos do Sul do Cráton São Francisco :: novos modelos crustais e litosféricos /. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo,, 2009.
    • APA

      Pinto, L. G. R., & Ussami, N. (2009). Interpretação de dados gravimétricos e eletromagnéticos do Sul do Cráton São Francisco :: novos modelos crustais e litosféricos /. Universidade de São Paulo, São Paulo,.
    • NLM

      Pinto LGR, Ussami N. Interpretação de dados gravimétricos e eletromagnéticos do Sul do Cráton São Francisco :: novos modelos crustais e litosféricos /. 2009 ;
    • Vancouver

      Pinto LGR, Ussami N. Interpretação de dados gravimétricos e eletromagnéticos do Sul do Cráton São Francisco :: novos modelos crustais e litosféricos /. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: