Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Hialuronidase associada à lidocaína com epinefrina em bloqueio pterigomandibular: avaliação da latência, duração e índice de sucesso anestésico, edema facial e abertura bucal (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRITO, MAYARA AGUILAR DIAS DE - FO
  • USP Schools: FO
  • Subjects: ENZIMAS HIDROLÍTICAS; ANESTESIA ODONTOLÓGICA; ANESTESIA LOCAL
  • Language: Português
  • Abstract: O uso do adjuvante hialuronidase (H) ao anestésico local (AL) é largamente utilizado em anestesia oftalmológica por melhorar a eficácia anestésica. Quando utilizada em odontologia concomitantemente ao AL na concentração de 150 UTR/ mL, não melhorou o índice de sucesso da anestesia do bloqueio do nervo alveolar inferior e ainda induziu ao trismo. Recentemente foi demonstrado que a H na concentração de 75 UTR/ mL injetada após 40 minutos do início da anestesia pterigomandibular prolongou a duração da anestesia. Ainda não foi avaliada se a H à 75 UTR/mL (metade da concentração) injetada concomitantemente o AL melhora o índice de sucesso sem induzir ao trismo. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da H 75 UTR/ mL injetada concomitantemente ao AL local em relação a latência de ação, duração de ação anestésica, índice de sucesso anestésico, edema pós-operatório e abertura bucal pós-operatória. Em 25 pacientes saudáveis foram realizadas 50 cirurgias (n=25) de terceiros molares inferiores, bilaterais, simétricos, pelo mesmo operador, utilizando para o bloqueio do nervo alveolar inferior 1,8 mL de lidocaína 2% associada à epinefrina 1:100.000 com a hialuronidase ou placebo (veículo) de modo duplo-cego e 1,0 mL para anestesia do nervo bucal. Para a avaliação da latência e duração de ação anestésica na polpa utilizou-se estímulo elétrico e para a gengiva, foi utilizado estímulo mecânico (picada). O edema foi avaliado através de medidas faciais (distância entrepontos) e a abertura bucal pela distância interincisal, ambos utilizando régua milimetrada. Estas medidas foram obtidas nos tempo: préoperatório, segundo e sétimo dia pós-operatório. A latência e duração de ação anestésica não apresentaram diferenças significativas (p>0,05) e não houve aumento do índice de sucesso da anestesia ) O edema e a abertura bucal não variaram em relação às soluções utilizadas (p>0,05), porém houve diferença significativa de acordo com o tempo pós-operatório (p<0,05). Embora a H em menor concentração não tenha induzido efeitos adversos (trismo), também não melhorou sua eficácia. Nestas condições experimentais, pode-se concluir que a hialuronidase na concentração 75 UTR/ mL injetada concomitantemente ao AL não apresenta vantagem clínica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.01.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500012142CRFO898
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRITO, Mayara Aguilar Dias de; BORSATTI, Maria Aparecida. Hialuronidase associada à lidocaína com epinefrina em bloqueio pterigomandibular: avaliação da latência, duração e índice de sucesso anestésico, edema facial e abertura bucal. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23147/tde-13042009-100041/ >.
    • APA

      Brito, M. A. D. de, & Borsatti, M. A. (2009). Hialuronidase associada à lidocaína com epinefrina em bloqueio pterigomandibular: avaliação da latência, duração e índice de sucesso anestésico, edema facial e abertura bucal. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23147/tde-13042009-100041/
    • NLM

      Brito MAD de, Borsatti MA. Hialuronidase associada à lidocaína com epinefrina em bloqueio pterigomandibular: avaliação da latência, duração e índice de sucesso anestésico, edema facial e abertura bucal [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23147/tde-13042009-100041/
    • Vancouver

      Brito MAD de, Borsatti MA. Hialuronidase associada à lidocaína com epinefrina em bloqueio pterigomandibular: avaliação da latência, duração e índice de sucesso anestésico, edema facial e abertura bucal [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23147/tde-13042009-100041/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: