Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Inibição do proteasoma aumenta o estresse oxidativo e bloqueia a resposta da NADPH oxidase a estímulos em células musculares lisas vasculares (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: AMANSO, ANGELICA MASTANDRÉA - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: ESTRESSE OXIDATIVO; MIÓCITOS DE MÚSCULO LISO
  • Language: Português
  • Abstract: A inibição do proteasoma é uma condição relevante de estresse. A incubação de células vasculares com inibidores do proteasoma promoveu aumento na produção basal de superóxido e na atividade da NADPH oxidase, diminuição da atividade da SOD e da razão GSH/GSSG. Por outro lado, a inibição do proteasoma diminui a atividade da Nox após estímulo com AngiotensinaII(AngII) ou Tunicamicina(Tn). Além disso, tanto AngII quanto Tn induziram a atividade 20S do proteasoma. Células incubadas com MG132 induzem a expressão de marcadores do estresse do RE, GRP78, XBP1, ATF4 e CHOP/GADD153, que é pró-apoptótico. Entretanto, a co-incubação de Tn e MG132 diminui essa sinalização do estresse do RE. AKT e p38 MAPK foram ativados por MG132. A inibição do proteasoma pode ter papel relevante na terapia de doenças cardiovasculares associadas a estresse do RE
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.06.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700066593W4.DB8 SP.USP FM-2 A499in 2009
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AMANSO, Angélica Mastandréa; LAURINDO, Francisco Rafael Martins. Inibição do proteasoma aumenta o estresse oxidativo e bloqueia a resposta da NADPH oxidase a estímulos em células musculares lisas vasculares. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-25042011-110602/pt-br.php >.
    • APA

      Amanso, A. M., & Laurindo, F. R. M. (2009). Inibição do proteasoma aumenta o estresse oxidativo e bloqueia a resposta da NADPH oxidase a estímulos em células musculares lisas vasculares. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-25042011-110602/pt-br.php
    • NLM

      Amanso AM, Laurindo FRM. Inibição do proteasoma aumenta o estresse oxidativo e bloqueia a resposta da NADPH oxidase a estímulos em células musculares lisas vasculares [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-25042011-110602/pt-br.php
    • Vancouver

      Amanso AM, Laurindo FRM. Inibição do proteasoma aumenta o estresse oxidativo e bloqueia a resposta da NADPH oxidase a estímulos em células musculares lisas vasculares [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-25042011-110602/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: