Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Modelos estatísticos para mapeamento de QTL associados a dados de contagem (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KAMOGAWA, KAREN PALLOTTA TUNIN - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Subjects: BOVINOS; CARRAPATOS; DADOS DE CONTAGEM; MAPEAMENTO GENÉTICO; RESISTÊNCIA GENÉTICA ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve por objetivo analisar e comparar metodologias estatísticas para fins de mapeamento de QTL associados à resistência a ectoparasitas em bovinos. Os animais, submetidos à infestação artificial, foram periodicamente avaliados por contagens, como número de carrapatos. Estes dados se caracterizam como medidas repetidas e, via de regra, não atendem ou atendem parcialmente as exigências usuais da análise, para mapeamento de QTL, dentre elas a de apresentar distribuição normal e independência dos erros. Ainda não está bem definido qual seria a melhor estratégia para analisar dados com o perfil descrito. Algumas alternativas seriam transformações de dados que permitam o uso dos programas já disponíveis, ou o desenvolvimento de programas que utilizem outras distribuições como Poisson ou Poisson inflada de zeros (ZIP). Esta proposta está inserida na parceria entre EMBRAPA - Gado de Leite e a ESALQ/USP, para desenvolvimento do projeto de mapeamento de QTL em bovinos mestiços (Gir x Holandês), para várias características incluindo a resistência a parasitas. Foram utilizados 263 animais F2, genotipados com 5 marcadores moleculares no cromossomo 23, na tentativa de mapear QTL para característica de resistência a carrapatos. Dados coletados naquela população F2 e dados simulados em diferentes cenários, serão a base para a comparação de estratégias de análise e mapeamento de QTL. Os modelos de mapeamento clássico, assim como a utilização de transformações dosdados originais foram comparados a modelos de regressão Poisson e modelo ZIP. Os modelos Poisson e ZIP apresentaram os melhores resultados quando trabalhamos com dados de contagem inflacionados de zeros, porém em outros cenários a transformação dos dados originais se mostrou igualmente eficiente. Dependendo do propósito do mapeamento (seja ele localizar ou estimar o efeito), cada modelo possui suas vantagens e suas limitações. ) Assim, sempre é recomendável uma prévia análise descritiva dos dados para que o melhor modelo seja utilizado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.05.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500048149t636.2089696 K32m e.2 94498
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KAMOGAWA, Karen Pallotta Tunin; PACKER, Irineu Umberto. Modelos estatísticos para mapeamento de QTL associados a dados de contagem. 2009.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-06082009-081116/ >.
    • APA

      Kamogawa, K. P. T., & Packer, I. U. (2009). Modelos estatísticos para mapeamento de QTL associados a dados de contagem. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-06082009-081116/
    • NLM

      Kamogawa KPT, Packer IU. Modelos estatísticos para mapeamento de QTL associados a dados de contagem [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-06082009-081116/
    • Vancouver

      Kamogawa KPT, Packer IU. Modelos estatísticos para mapeamento de QTL associados a dados de contagem [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-06082009-081116/