Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A inflência da densidade mineral óssea no equilíbrio de mulheres idosas (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TREVISAN, DEBORAH COLUCCI - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: MULHERES; IDOSOS; DENSIDADE ÓSSEA (INFLUÊNCIAS); EQUILÍBRIO MUSCULOSQUELÉTICO
  • Language: Português
  • Abstract: O processo de envelhecimento traz diversas alterações fisiológicas e na configuração corpórea de idosos, que interferem diretamente no controle postural. A osteoporose, que é uma doença osteometabólica caracterizada pela degeneração da microarquitetura óssea, está entre as principais patologias que acometem os idosos, além de ser responsável pelo aumento da fragilidade óssea e conseqüente aumento no risco de fraturas. Tal patologia também pode ser responsável por alterações na configuração corpórea de pessoas idosas, como por exemplo, o aparecimento da hipercifose torácica. Baseando-se nesse contexto, o objetivo desse estudo foi avaliar a influência da densidade mineral óssea no equilíbrio estático e dinâmico de mulheres idosas, e também avaliar a correlação do aumento do grau de cifose torácica com a maior instabilidade postural. O estudo foi composto por um grupo (n=20) de mulheres com DMO normal, com uma média de 65,75 '+ OU -' 4,33 anos, 64,81 '+ OU -' 6,83kg e 1,57 '+ OU -' 0,06m, um grupo (n=20) de mulheres com osteopenia, com uma média de 67,45 '+ OU -' 4,57 anos, 62,63 '+ OU -' 10,21 kg e 1,56 '+ OU -' 0,07m, e um grupo (n=20) de mulheres com osteoporose, com uma média de 70 '+ OU -' 5,43 anos, 68,97 '+ OU -' 15,01 kg e 1,55 '+ OU -' 0,08m. Foram avaliados o equilíbrio estático (posição vertical imóvel) e dinâmico (teste de sentar e levantar 5 vezes), pelo sistema Polhemus e o grau de cifose torácica, pelo método flexicurva, de todas as mulheres.Para o equilíbrio estático, foram avaliados o deslocamento máximo e velocidade máxima antero-posterior, o deslocamento máximo e a velocidade máxima médio-lateral em 4 situações, na plataforma fixa com os olhos abertos e fechados, e na plataforma instável, com os olhos abertos e fechados. Para o equilíbrio dinâmico foram avaliados os deslocamentos máximos antero-posterior tanto durante a fase de subida, quanto para a descida, e o tempo gasto para realizar o teste. Os resultados mostraram que no equilíbrio estático o grupo com osteoporose apresentou uma maior oscilação de quadril, um maior deslocamento corporal durante a avaliação do equilíbrio dinâmico, maior tempo para realizar o teste, além de uma maior curvatura de cifose torácica. Em algumas situações estáticas as mulheres osteopênicas apresentaram o mesmo padrão que as osteoporóticas. Além disso, as mulheres osteopênicas apresentaram um pior controle postural comparado as mulheres com DMO normal. Esses resultados sugerem que pessoas com osteoporose apresentam um maior comprometimento no controle postural, além da osteoporose ser um fator agravante para a hipercifose torácica. Entretanto, os resultados mostram que mulheres osteopênicas também apresentam alteração do equilíbrio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.06.2009

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200037384Trevisan, Deborah Colucci
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TREVISAN, Deborah Colucci; ABREU, Daniela Cristina Carvalho de. A inflência da densidade mineral óssea no equilíbrio de mulheres idosas. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Trevisan, D. C., & Abreu, D. C. C. de. (2009). A inflência da densidade mineral óssea no equilíbrio de mulheres idosas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Trevisan DC, Abreu DCC de. A inflência da densidade mineral óssea no equilíbrio de mulheres idosas. 2009 ;
    • Vancouver

      Trevisan DC, Abreu DCC de. A inflência da densidade mineral óssea no equilíbrio de mulheres idosas. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: