Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Irrigação com efluente de esgoto tratado na cultura da laranja: implicações nas propriedades físicas e químicas de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO distrófico típico (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, MARCOS SCHAAF TEIXEIRA DA - ECOAGROEC
  • USP Schools: ECOAGROEC
  • Subjects: EFLUENTES; FÍSICA DO SOLO; IRRIGAÇÃO; LARANJA; QUÍMICA DO SOLO; REÚSO DA ÁGUA; TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: A crise da água, o aumento de esgoto domésticos gerado em estações de tratamentos e o despejo destes efluentes em corpos d'água vêm sugerindo novas soluções para esses problemas. A disposição de água residuária tratada em solos implica na reciclagem de matéria orgânica e dos nutrientes, atuando como um processo complementar ao tratamento dessas águas. Rica em nutrientes principalmente N (nitrogênio), P (fósforo) e Na (sódio), a água residual tratada vem sendo utilizada na agricultura, utilizando critérios técnicos, como fonte de nutrientes para diversas culturas. Diante deste contexto, o objetivo deste trabalho foi analisar os possíveis efeitos da irrigação com efluente tratado em algumas propriedades químicas e físicas de um solo cultivado com laranja. A área experimental esta situada ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Ribeirão Piracicamirim que se localiza nas margens da rodovia "Luiz de Queiroz" no município de Piracicaba-SP. Os tratamentos aplicados foram relacionados ao percentual de umidade da capacidade de campo variando em T100%, T125%, T150%, T200% e TSI (tratamento sem irrigação). O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente casualizados com parcelas subdivididas no tempo, com três repetições. A adubação realizada foi a de metade da dose recomendada para a cultura da laranja. Em todo o estudo as amostragens de solo foram realizadas nas camadas 0-10, 10-20, 20-40, 40-60, 60-80 e 80-100, enquanto que as amostragens desolução do solo foram realizadas nas profundidades 30, 100 e 200 cm. As variáveis químicas determinadas no solo foram: pH, H + Al, Al, Na, K, Ca e Mg. Em solução do solo as variáveis determinadas foram: pH, CE, Al, Na, K, Ca e Mg. As variáveis físicas determinadas foram: fração granulométrica e grau de dispersão de argilas. O efluente de esgoto tratado (EET) utilizado apresenta baixas concentrações de Ca, Mg, Na, K, Al, CE e RAS quando ) comparado com valores encontrados na literatura. Por esse fato, o EET apresenta menor potencial de alterações nas propriedades químicas e físicas do solo. O teor de sódio trocável e PST aumentaram no decorrer do experimento, enquanto a concentração de sódio na solução do solo diminuiu. O cálcio trocável no solo sofreu diminuição dos teores nas camadas superficiais, e aumento nas camadas subsuperficias. As perspectivas da irrigação de efluente de esgoto tratado na cultura da laranja são promissoras, haja vista a importância da cultura no cenário brasileiro e mundial. No entanto, estudos de longo prazo são necessários a fim de monitorar os possíveis impactos que a irrigação de EET possa ocasionar na estrutura do solo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.05.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500048334t634.31 S586i e.2 94626
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Marcos Schaaf Teixeira da; FOLEGATTI, Marcos Vinícius. Irrigação com efluente de esgoto tratado na cultura da laranja: implicações nas propriedades físicas e químicas de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO distrófico típico. 2009.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-03092014-163601/pt-br.php >.
    • APA

      Silva, M. S. T. da, & Folegatti, M. V. (2009). Irrigação com efluente de esgoto tratado na cultura da laranja: implicações nas propriedades físicas e químicas de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO distrófico típico. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-03092014-163601/pt-br.php
    • NLM

      Silva MST da, Folegatti MV. Irrigação com efluente de esgoto tratado na cultura da laranja: implicações nas propriedades físicas e químicas de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO distrófico típico [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-03092014-163601/pt-br.php
    • Vancouver

      Silva MST da, Folegatti MV. Irrigação com efluente de esgoto tratado na cultura da laranja: implicações nas propriedades físicas e químicas de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO distrófico típico [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-03092014-163601/pt-br.php