Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Parques urbanos sul-americanos: imaginação e imagibilidade. Análise comparativa dos parques: Metropolitano de Santiago (Chile), do Ibirapuera de São Paulo (Brasil), Tres de Febrero de Buenos Aires (Argentina) e El Prado de Montevidéu (Uruguai), para subsidiar elaboração de diretrizes gerais para projetos de sinalização visual, importante meio de proteção das paisagens naturais e culturais da América do Sul (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KOCH, MIRTES BIRER - FAU
  • USP Schools: FAU
  • Subjects: PARQUES; PAISAGEM (ASPECTOS CULTURAIS); PATRIMÔNIO CULTURAL (CONSERVAÇÃO); COMUNICAÇÃO VISUAL (PROJETO;ASPECTOS AMBIENTAIS)
  • Language: Português
  • Abstract: Os parques urbanos sul-americanos guardam reminiscências históricas e culturais cristalizadas em seus espaços naturais, nos monumentos e obras erigidas. A mensagem resultante desse universo visual pode ser utilizada para transmissão de conhecimento acerca do patrimônio local, mas requer um meio eficiente de comunicação para transformar esse potencial em informação clara e precisa, para entendimento e consumo dos usuários. Conforme constatado na analise dos projetos de sinalização visual ambiental do Parque Estadual Serra da Cantareira em São Paulo (Brasil), Güirã-Oga em Misiones, (Argentina) e Jardim Botânico no Rio de Janeiro (Brasil), os sistemas sinaléticos compostos por imagens e textos elaborados a partir da leitura e síntese do repertório local além de informar, direcionar e orientar, ainda provocam no usuário a reflexão crítica sobre as questões do patrimônio, com repercussão positiva para todo sistema. Dessa idéia, deriva a elaboração de diretrizes gerais para projetos de sinalização visual ambiental para parques urbanos sul-americanos, com o propósito de irradiar conhecimento sobre as paisagens naturais e culturais dos países da América Latina e em conseguinte, obter os benefícios inerentes como proteção e conservação. Para subsidiar a elaboração de diretrizes, uma base analítica de parques urbanos será planificada a partir da analise comparativa dos Parques Metropolitano de Santiago (Chile), do Ibirapuera de São Paulo (Brasil), Tres de Febrero deBuenos Aires (Argentina) e Del Prado de Montevidéu (Uruguai). Os métodos e práticas utilizados para as leituras dos parques se referem ao conjunto de multimeios propalados por Kevin Lynch (1988) na criação de urban design para cidades americanas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.05.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FAU20200027255712.5 K811p
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KOCH, Mirtes Birer; MINAMI, Issao. Parques urbanos sul-americanos: imaginação e imagibilidade. Análise comparativa dos parques: Metropolitano de Santiago (Chile), do Ibirapuera de São Paulo (Brasil), Tres de Febrero de Buenos Aires (Argentina) e El Prado de Montevidéu (Uruguai), para subsidiar elaboração de diretrizes gerais para projetos de sinalização visual, importante meio de proteção das paisagens naturais e culturais da América do Sul. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-27042010-153616/ >.
    • APA

      Koch, M. B., & Minami, I. (2009). Parques urbanos sul-americanos: imaginação e imagibilidade. Análise comparativa dos parques: Metropolitano de Santiago (Chile), do Ibirapuera de São Paulo (Brasil), Tres de Febrero de Buenos Aires (Argentina) e El Prado de Montevidéu (Uruguai), para subsidiar elaboração de diretrizes gerais para projetos de sinalização visual, importante meio de proteção das paisagens naturais e culturais da América do Sul. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-27042010-153616/
    • NLM

      Koch MB, Minami I. Parques urbanos sul-americanos: imaginação e imagibilidade. Análise comparativa dos parques: Metropolitano de Santiago (Chile), do Ibirapuera de São Paulo (Brasil), Tres de Febrero de Buenos Aires (Argentina) e El Prado de Montevidéu (Uruguai), para subsidiar elaboração de diretrizes gerais para projetos de sinalização visual, importante meio de proteção das paisagens naturais e culturais da América do Sul [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-27042010-153616/
    • Vancouver

      Koch MB, Minami I. Parques urbanos sul-americanos: imaginação e imagibilidade. Análise comparativa dos parques: Metropolitano de Santiago (Chile), do Ibirapuera de São Paulo (Brasil), Tres de Febrero de Buenos Aires (Argentina) e El Prado de Montevidéu (Uruguai), para subsidiar elaboração de diretrizes gerais para projetos de sinalização visual, importante meio de proteção das paisagens naturais e culturais da América do Sul [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-27042010-153616/