Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estresse crônico em cobaias com inflamação alérgica pulmonar: influência do óxido nítrico na modulação das respostas inflamatórias, de remodelamento e de hiperresponsividade pulmonar (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARQUES, RICARDO HENRIQUE - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: ASMA; ÓXIDO NÍTRICO; ESTRESSE; COBAIAS
  • Language: Português
  • Abstract: Existem evidências de que o estresse exerce um papel importante na piora dos sintomas da asma, mas os exatos mecanismos que os correlacionam ainda não estão plenamente elucidados, principalmente considerando as alterações de parênquima pulmonar periférico. Objetivo: Para tanto, avaliamos se a mecânica de tecido pulmonar periférico, a resposta de estresse oxidativo, a expressão de citocinas, o recrutamento eosinofílico e o processo de remodelamento da matriz extracelular podem ser modulados pelo estresse físico repetido, induzido pela natação forçada, em cobaias com inflamação alérgica crônica pulmonar. Métodos: Os animais foram expostos a 7 inalações com doses crescentes de ovalbumina (1~5mg/ml) ou soro fisiológico por 4 semanas (grupos OVA e SAL). 24 horas após a quarta inalação, os animais foram submetidos ao protocolo de natação forçada. Os animais foram expostos ao protocolo de estresse por dez dias, sendo dois períodos de cinco dias consecutivos intercalados por dois dias sem atividade. Após 72 horas da sétima inalação, os animais foram anestesiados, exsanguinados e fatias de tecido pulmonar periférico foram retiradas e submetidas à avaliação por mecânica oscilatória. Foram avaliadas a resistência (Rt) e elastância (Et) teciduais em condições basais e após desafio com ovalbumina e acetilcolina. Os resultados foram expressos em % de aumento em relação aos valores basais. As fatias de tecido pulmonar periférico foram então submetidas à avaliaçãohistopatológica e imunohistoquímica para eosinófilos, fibras colágenas, conteúdo de actina, a expressão de IL-2, IL-4, IL-5, IL-13, iNOS nas células, assim como a porcentagem de área positiva para 8-iso-PGF2? no tecido pulmonar periférico. As duas adrenais foram retiradas, pesadas e seu peso foi corrigido pelo peso do total do animal. As catecolaminas e o cortisol sérico também foram avaliados. Resultados: Houve aumento significativo na %Rt, %Et, no número de ) eosinófilos, na expressão de 8-iso-PGF2?, nas células positivas para IL-4, IL-5, IL-13 e iNOS assim como no conteúdo de fibras colágenas e de actina no septo alveolar dos animais expostos à ovalbumina quando comparados aos animais expostos ao soro fisiológico (p<0,05 para todas as comparações). As cobaias sensibilizadas e submetidas ao protocolo de estresse (grupo OVA-S) apresentaram aumento na %Rt, %Et, nas células positivas para IL-4, na expressão do isoprostano PGF2?, e no conteúdo de actina quando comparados aos animais do grupo OVA (p<0,05 para todas as comparações). Finalmente, as células positivas para IL-2 apresentaram-se em maior quantidade no grupo SAL-S quando comparado aos grupos SAL, OVA e OVA-S (p<0,05 para todas as comparações). O peso relativo das adrenais e o cortisol sérico foram maiores nos grupos SAL-S e OVA-S comparativamente aos grupos não estressados (p<0,05 para as duas comparações). Não houve diferença significativa na dosagem sérica das catecolaminas entre os 4 gruposexperimentais. Conclusão: Neste modelo de inflamação alérgica crônica pulmonar, a exposição repetida à natação forçada, aqui utilizada como o agente estressor, foi capaz de potencializar a resposta constritora do parênquima pulmonar periférico induzida pela inflamação crônica. Este efeito se associou ao aumento no conteúdo de actina e de células positivas para IL-4. A ativação da via do estresse oxidativo, sinalizada pelo aumento de iNOS e do isoprostano PGF2?, parece modular esta resposta constritora pulmonar induzida pelo estresse
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.08.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700066649FM W4.DB8 SP.USP FM-2 M32es 2009
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARQUES, Ricardo Henriques; TIBÉRIO, Iolanda de Fátima Lopes Calvo. Estresse crônico em cobaias com inflamação alérgica pulmonar: influência do óxido nítrico na modulação das respostas inflamatórias, de remodelamento e de hiperresponsividade pulmonar. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5159/tde-09112009-132434/ >.
    • APA

      Marques, R. H., & Tibério, I. de F. L. C. (2009). Estresse crônico em cobaias com inflamação alérgica pulmonar: influência do óxido nítrico na modulação das respostas inflamatórias, de remodelamento e de hiperresponsividade pulmonar. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5159/tde-09112009-132434/
    • NLM

      Marques RH, Tibério I de FLC. Estresse crônico em cobaias com inflamação alérgica pulmonar: influência do óxido nítrico na modulação das respostas inflamatórias, de remodelamento e de hiperresponsividade pulmonar [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5159/tde-09112009-132434/
    • Vancouver

      Marques RH, Tibério I de FLC. Estresse crônico em cobaias com inflamação alérgica pulmonar: influência do óxido nítrico na modulação das respostas inflamatórias, de remodelamento e de hiperresponsividade pulmonar [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5159/tde-09112009-132434/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: