Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Sistemas de condução de mini melancia cultivada em ambiente protegido (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CAMPAGNOL, RAFAEL - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Subjects: AMBIENTE PROTEGIDO (PLANTAS); DENSIDADE DE PLANTIO; MELANCIA; PODA; SISTEMAS DE CULTIVO
  • Language: Português
  • Abstract: Dois experimentos foram conduzidos em casa de vegetação com o objetivo de avaliar a influência do espaçamento entre plantas, do sistema de condução e da altura de poda de mini melancia conduzidas na vertical. O híbrido utilizado foi o Smile. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições. O primeiro experimento foi conduzido no período de 12 de agosto a 25 de novembro de 2008, cujos tratamentos foram três alturas de poda da haste principal (1,7; 2,2 e 2,7 m) e dois espaçamentos entre plantas (30 e 45 cm). O segundo experimento foi conduzido no período de 20 de outubro de 2008 a 16 de janeiro de 2009 e os tratamentos foram compostos por três sistemas de condução (S1 = uma haste e um fruto por planta conduzido na haste principal; S2 = uma haste e um fruto por planta conduzido na haste secundária e S3 = duas hastes e um fruto por planta conduzido na haste principal) e dois espaçamentos entre plantas (30 e 60 cm). No primeiro experimento o índice de área foliar, o teor de sólidos solúveis (SS), de ácido ascórbico, a acidez titulável (AT) e a produtividade comercial foram maiores no espaçamento de 30 cm entre plantas. A produtividade total sofreu influência tanto da altura de poda como do espaçamento entre plantas, cujo maior valor foi obtido pela combinação da altura de poda de 2,7m e espaçamento de 30 cm. Por outro lado, foi na altura de poda de 2,2 m e espaçamento de 45 cm que ocorreu o maior valor para a relação SS/AT. A altura depoda de 1,7 m proporcionou maior porcentagem de frutos colhidos na última colheita. No segundo experimento, o sistema de condução S2 no espaçamento de 30 cm entre plantas proporcionou maior índice de área foliar e firmeza da polpa. A produtividade total foi maior no sistema de condução S3 em relação somente ao sistema de condução S1. Os sistemas de condução S1 e S3 promoveram maior porcentagem de frutos ) colhidos na primeira colheita, enquanto que no sistema S2 a maior parte dos frutos foi colhida na última colheita. Dessa forma, levando-se em consideração as características avaliadas, de modo geral, no primeiro experimento, a melhor opção para o produtor é a realização da poda da haste principal a 2,2 m de altura e espaçamento de 30 cm entre plantas. No segundo experimento, a condução com duas hastes e um fruto (S3) com espaçamento de 30 cm entre plantas, além de constituir um sistema de condução simples, proporciona elevada produtividade e qualidade dos frutos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500114545-St635.615 C186s e.1 95018
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAMPAGNOL, Rafael; MELLO, Simone da Costa. Sistemas de condução de mini melancia cultivada em ambiente protegido. 2009.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10092009-092331/ >.
    • APA

      Campagnol, R., & Mello, S. da C. (2009). Sistemas de condução de mini melancia cultivada em ambiente protegido. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10092009-092331/
    • NLM

      Campagnol R, Mello S da C. Sistemas de condução de mini melancia cultivada em ambiente protegido [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10092009-092331/
    • Vancouver

      Campagnol R, Mello S da C. Sistemas de condução de mini melancia cultivada em ambiente protegido [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-10092009-092331/