Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Linfonodectomia retroperitonial e pélvica lateral guiada por radiotraçador e azul patente no estadiamento do adenocarcinoma do reto (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: QUADROS, CLAUDIO DE ALMEIDA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCG
  • Subjects: ADENOCARCINOMA; METÁSTASE LINFÁTICA; NEOPLASIAS RETAIS
  • Language: Português
  • Abstract: A excisão total do mesorreto é o procedimento cirúrgico padrão para o tratamento do adenocarcinoma do reto. Resultados satisfatórios, em termos de prognóstico, alcançados com a associação da linfonodectomia retroperitoneal e pélvica lateral questionam se somente a excisão total do mesorreto seria suficiente para um estadiamento adequado, podendo afetar decisões relacionadas ao tratamento adjuvante. Este estudo avaliou o impacto das metástases em linfonodos retroperitoneais e pélvicos laterais na mudança do estadiamento de pacientes com adenocarcinoma do reto e a acurácia da identificação de metástases em linfonodos das cadeias retroperitoniais e pélvicas laterais com o uso de tecnécio-99m-fitato e/ou azul patente. MÉTODOS: Foi realizado estudo prospectivo de janeiro de 2004 a agosto de 2008, composto por 97 pacientes com adenocarcinoma do reto extraperitoneal submetidos a tratamento cirúrgico curativo com excisão total do mesorreto e linfonodectomia retroperitoneal e pélvica lateral, com pesquisa de linfonodos das cadeias retroperitoneais e pélvicas laterais identificados com tecnécio-99m-fitato e/ou corados em azul patente. Os linfonodos radioativos e/ou azuis, quando negativos ao exame histopatológico com hematoxilina-eosina, foram submetidos à multisecções histológicas com uso de técnicas imunohistoquímicas com anticorpos anti-citoqueratinas (AE1/AE3). RESULTADOS: A média de linfonodos nas peças de excisão total do mesorreto foi de 11,5 (1119/97) enas cadeias retroperitoneais e pélvicas laterais foi de 11,7 (1136/97). A linfonodectomia retroperitoneal e pélvica lateral identificou metástases em 17,5% dos pacientes do estudo e )promoveu o aumento do estádio TNM II para III em 8,2% dos pacientes. As variáveis relacionadas à presença de linfonodos retroperitoneais e pélvicos laterais metastáticos foram o estádio III estabelecido na peça cirúrgica da excisão total do mesorreto (P < 0,04); a classificação T3/T4 do tumor primário (P = 0,047); níveis elevados de antígeno carcinoembrionário, com média de 30,6 ng/ml e mediana de 9,9 ng/ml (P = 0,014); e grandes tumores, com tamanho médio de 5,5 ± 3,2 cm (P = 0,03). A migração do tecnécio e/ou azul patente para linfonodos retroperitoneais e pélvicos laterais ocorreu em 37,1% (36/97), modificando o estadiamento em 11,1% dos pacientes estudados. A acurácia do uso do tecnécio e/ou azul patente na detecção de metástases nos linfonodos retroperitoneais e pélvicos laterais foi de 100%, com sensibilidade de 100%, valor preditivo negativo de 100% e zero de falso-negativos. CONCLUSÕES: Deve-se aprimorar o uso de marcadores na identificação de metástases para indicação seletiva da linfadenectomia retroperitoneal e pélvica lateral em adenocarcinoma retal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.09.2009
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      QUADROS, Claudio de Almeida; LOPES, Ademar. Linfonodectomia retroperitonial e pélvica lateral guiada por radiotraçador e azul patente no estadiamento do adenocarcinoma do reto. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-09122009-152351/ >.
    • APA

      Quadros, C. de A., & Lopes, A. (2009). Linfonodectomia retroperitonial e pélvica lateral guiada por radiotraçador e azul patente no estadiamento do adenocarcinoma do reto. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-09122009-152351/
    • NLM

      Quadros C de A, Lopes A. Linfonodectomia retroperitonial e pélvica lateral guiada por radiotraçador e azul patente no estadiamento do adenocarcinoma do reto [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-09122009-152351/
    • Vancouver

      Quadros C de A, Lopes A. Linfonodectomia retroperitonial e pélvica lateral guiada por radiotraçador e azul patente no estadiamento do adenocarcinoma do reto [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-09122009-152351/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019