Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Percepções locais de manejadores comunitários sobre a certificação do Conselho de Manejo Florestal (FSC) para produtos florestais não madeireiros no Estado do Acre (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: IMPERADOR, ADRIANA MARIA - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Subjects: MANEJO AMBIENTAL; PRODUTOS FLORESTAIS (CERTIFICAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: A certificação do Conselho de Manejo Florestal (FSC) é um instrumento de gestão que tem como objetivo estimular manejo sustentável dos produtos florestais considerando aspectos sociais, econômicos e ambientais. Nos últimos anos, os esforços em promover a certificação comunitária como ferramenta para o desenvolvimento das populações rurais enfatizou os produtos florestais não-madeireiros (PFNMs), gerando benefícios e inúmeros desafios, inclusive o conciliar as normas de certificação às práticas tradicionais de manejo. Mesmo considerando que os PFNMs representem a principal fonte de renda de milhares de famílias em todo mundo, poucos trabalhos científicos têm questionado a percepção das comunidades envolvidas. Diante da experiência das Associações dos Seringueiros Porto Dias (ASPD) e dos Moradores e Agroextrativistas do Remanso de Capixaba (Amarca), ambas certificadas pelo FSC com madeira e produtos não madeireiros, este estudo objetivou avaliar a percepção a respeito deste processo nas duas comunidades do Estado do Acre, na Amazônia ocidental brasileira. Os dados foram coletados por meio de entrevista estruturada, com perguntas do tipo semi-abertas e fechadas sobre as dificuldades encontradas para cumprir ações relacionadas à certificação, além de questões a respeito da satisfação, perspectiva e credibilidade do processo. Foram entrevistados 100% dos representantes das famílias das associações ASPD (n=7) e Amarca (n=10). As entrevistas foram individuais erealizadas por um único entrevistador, garantindo a independência e uniformidade das análises. As dificuldades relatadas foram tabuladas através de uma escala tipo Likert, sendo que os pontos mais críticos estão relacionados à gestão de resíduos sólidos e ao manejo de animais silvestres. O aspecto positivo mais considerado pelos entrevistados (35,3%) foi o aumento no valor comercial do produto, embora nem sempre isso ocorra. Em relação aos aspectos negativos da certificação, foi relatada a dificuldade em cumprir normas e acordos de comercialização, além do manejo mais trabalhoso. A maioria dos entrevistados não considera nenhum aspecto negativo relevante. Constatou-se que 88,23% dos entrevistados recomendam a certificação a outras comunidades não certificadas e que a intenção em dar continuidade ao processo é unânime, com restrições de melhoria na captação de novos mercados. Em relação à credibilidade no processo de certificação, 76,47% dos entrevistados acreditam que a certificação possa trazer benefícios sociais, 82,35% benefícios econômicos e 94,12% confiam nos benefícios de caráter ambiental como a conservação da floresta Amazônica. Agregar valor ao produto manejado e contribuir para melhoria das condições de vida dos associados são desafios para a consolidação da certificação florestal comunitária dos PFNM's no Estado do Acre
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.08.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CRHEA31100115011TESE 7234 e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      IMPERADOR, Adriana Maria; CRESTANA, Silvio. Percepções locais de manejadores comunitários sobre a certificação do Conselho de Manejo Florestal (FSC) para produtos florestais não madeireiros no Estado do Acre. 2009.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-13102009-102104/ >.
    • APA

      Imperador, A. M., & Crestana, S. (2009). Percepções locais de manejadores comunitários sobre a certificação do Conselho de Manejo Florestal (FSC) para produtos florestais não madeireiros no Estado do Acre. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-13102009-102104/
    • NLM

      Imperador AM, Crestana S. Percepções locais de manejadores comunitários sobre a certificação do Conselho de Manejo Florestal (FSC) para produtos florestais não madeireiros no Estado do Acre [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-13102009-102104/
    • Vancouver

      Imperador AM, Crestana S. Percepções locais de manejadores comunitários sobre a certificação do Conselho de Manejo Florestal (FSC) para produtos florestais não madeireiros no Estado do Acre [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-13102009-102104/