Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Adaptações autonômicas cardíacas não lineares em relação ao volume diário de treinamento físico aeróbio (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANT'ANA, JANAINA ESPIGARES - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: DOENÇAS CARDIOVASCULARES; FREQUÊNCIA CARDÍACA; REABILITAÇÃO; ATIVIDADE FÍSICA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: O presente estudo investigou em ratos a influência de específicos volumes diários de exercício físico aeróbio sobre as adaptações autonômicas cardiovasculares avaliadas sob diferentes enfoques. Material e Métodos: Os animais foram divididos em quatro grupos: Grupo Sedentário e grupos treinados por meio da natação durante 15 (T15'), 30 (T30') e 60 (T60') min/dia durante 10 semanas. Resultados: Todos os grupos treinados apresentaram redução similar na freqüência cardíaca (FC) intrínseca. Somente os grupos T30' e T60' apresentaram aumento do componente autonômico vagal na determinação da FC basal. A análise espectral da FC mostrou que os grupos, T30'e T60', tinham similares reduções nas oscilações de baixa-freqüência (0.20-0.75Hz) e similares aumentos nas oscilações de alta-freqüência (0.75-2.5Hz), entretanto somente em unidades normalizadas. Os grupos T30'e T60' tiveram aumentos na sensibilidade barorreflexa somente para as respostas taquicárdicas, e quando comparados, o grupo T30' apresentou o maior ganho. Somente o grupo T30' apresentou aumento na expressão do RNA mensageiro (RNAm) dos receptores cardíacos 'beta IND. 1'-adrenérgicos em relação ao grupo Sedentário. Por sua vez, todos os grupos treinados apresentaram aumento na expressão do RNAm dos receptores 'beta IND. 2'-adrenérgicos em relação ao grupo Sedentário, entretanto, quando comparados, o grupo T30' apresentou a maior expressão. Conclusão: Somente os maiores volumes detreinamento físico promoveram adaptações autonômicas cardíacas sob todos os parâmetros avaliados, entretanto essas adaptações não foram lineares. Por fim, as razões pelas quais o grupo Treinado 30' apresentou as maiores respostas adaptativas autonômicas não são conhecidas. Nesse sentido, serão necessários estudos adicionais para identificar os mecanismos responsáveis por esses achados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.08.2009

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200038041Sant'Ana, Janaina Espigares
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANT'ANA, Janaina Espigares; SOUZA, Hugo Celso Dutra de. Adaptações autonômicas cardíacas não lineares em relação ao volume diário de treinamento físico aeróbio. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Sant'Ana, J. E., & Souza, H. C. D. de. (2009). Adaptações autonômicas cardíacas não lineares em relação ao volume diário de treinamento físico aeróbio. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Sant'Ana JE, Souza HCD de. Adaptações autonômicas cardíacas não lineares em relação ao volume diário de treinamento físico aeróbio. 2009 ;
    • Vancouver

      Sant'Ana JE, Souza HCD de. Adaptações autonômicas cardíacas não lineares em relação ao volume diário de treinamento físico aeróbio. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: