Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A reatividade da fluoroquinolona ciprofloxacina com o metal de transição rutênio (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TANIMOTO, MÁRCIA KIYOKO - FCFRP
  • USP Schools: FCFRP
  • Sigla do Departamento: 602
  • Subjects: PRODUTOS NATURAIS (FARMACOLOGIA); RUTÊNIO; FÁRMACOS SINTÉTICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Nesta dissertação são apresentadas a síntese e caracterização de duas novas substâncias, consideradas aqui como metalo-fármacos em potencial: o composto iônico ('C IND.17' 'H IND.19' 'FN IND.3' 'O IND.3')3[Ru'Cl IND.6'].3 'H IND.2'O e o complexo [RU('C IND.17' 'H IND.17' 'FN IND.3' 'O IND.3')3].4 'H IND.2'O, obtidos através da reação entre 'RU POT.III' e a fluoroquinona ciprofloxacina em diferentes condições de síntese (meio ácido ou neutro e refluxo, respectivamente). O espectro ESI MS em modo positivo de ('C IND.17' 'H IND.19' 'FN IND.3' 'O IND.3')3[Ru 'Cl IND.6'].3 'H IND.2'O exibiu um pico principal em m/z = 994,6 que foi atribuído ao aduto (ciprofloxacina)3.'H POT.+' em fase gasosa, enquanto [RU('C IND.17' 'H IND.17' 'FN IND.3' 'O IND.3')3].4 'H IND.2'O apresentou picos m/z em 1093,3 e 547,1, atribuídos aos íons [RU('C IND.17' 'H IND.17' 'FN IND.3' 'O IND.3')3].'H POT.+' e [RU('C IND.17' 'H IND.17' 'FN IND.3' 'O IND.3')3]. '2H POT.+', respectivamente. Os resultados de análise térmica estão em concordância com os conteúdos de água propostos para as duas substâncias. Os espectros de absorção em meio aquoso são dominados pelas transições da ciprofloxacina na região UV. Não obstante, duas bandas foram observadas em 421 e 496 nm no caso de ('C IND.17' 'H IND.19' 'FN IND.3' 'O IND.3')3[Ru 'Cl IND.6'].3 'H IND.2'O, e atribuídas à transição de transferência de carga e à transição d-d, respectivamente; no caso de [RU('C IND.17' 'H IND.17' 'FN IND.3' 'O IND.3')3].4 'H IND.2'O,apenas um ombro largo em torno de 450 nm foi observado na região do Visível, tendo sido atribuído à uma transição d-d. O voltamograma cíclico deste complexo exibiu um processo quase-reversível em -0,25 V (versus EPH) enquanto o composto iônico apresentou o mesmo processo em -0,11 V, sugerindo que, neste caso, o íon central de rutênio é estabilizado no estado de oxidação III através da coordenação dos átomos de oxigênio das três unidades de ciprofloxacina. O complexo de coordenação é estável por mais de 48 horas em pH fisiológico, estomacal e intestinal. Ambos foram incubados nas condições estomacais (pH = 1,5 e temperatura = 37°C) e não causaram diminuições significativas nos valores de pH
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.08.2009
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TANIMOTO, Márcia Kiyoko; NIKOLAOU, Sofia. A reatividade da fluoroquinolona ciprofloxacina com o metal de transição rutênio. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-30092010-145552/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Tanimoto, M. K., & Nikolaou, S. (2009). A reatividade da fluoroquinolona ciprofloxacina com o metal de transição rutênio. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-30092010-145552/?&lang=pt-br
    • NLM

      Tanimoto MK, Nikolaou S. A reatividade da fluoroquinolona ciprofloxacina com o metal de transição rutênio [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-30092010-145552/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Tanimoto MK, Nikolaou S. A reatividade da fluoroquinolona ciprofloxacina com o metal de transição rutênio [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-30092010-145552/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019