Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise de genes modificadores em um modelo animal para a Síndrome de Marfan - quantificaçào da gravidade dos fenótipos (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MASSIRONI, SILVIA MARIA GOMES - ICB
  • USP Schools: ICB
  • Subjects: ANATOMIA
  • Language: Português
  • Abstract: A Síndrome de Marfan (SMF) é uma doença autossômica dominante do tecido conjuntivo, cujas principais manifestações clínicas envolvem alterações nos sistemas esquelético, cardíaco e ocular. Apesar de ter penetrância completa, a SMF apresenta grande variabilidade clínica inter e intra familiar. Mutações no gene FBN1, que codifica a proteína fibrilina-1, foram associadas a essa síndrome. Através de recombinação homóloga em células ES, foi gerado um animal knockout com uma deleção dos exons 19 a 25 do gene Fbn1 (alelo Fbn1mg?neoloxP). Esse alelo encontra-se em dois backgrounds isogênicos: 129/Sv e C57BL/6. Enquanto heterozigotos 129/Sv apresentam alterações ósseas (cifose), pulmonares (enfisema com aumento dos espaços aéreos alveolares e destruição das paredes dos bronquíolos) e vascular (espessamento da parede da aorta com fragmentação e desorganização das fibras elásticas) já aos 3 meses de idade, os animais da linhagem C57BL/6 só desenvolvem fenótipos equivalentes a partir dos 6 meses de idade. Essa variabilidade nos fenótipos indica a existência de genes modificadores do fenótipo Marfan nas duas linhagens. Para identificarmos esses genes, animais das duas linhagens foram cruzados para gerar os animais híbridos F1 e esses intercruzados para gerar os animais F2. Os animais da F1 com 3 meses apresentam manifestações ósseas, vasculares e pulmonares homogêneas equivalentes aos animais 129/Sv.) Os animais heterozigotos da F2 com 3 meses de idade reproduzem toda avariação observada nas linhagens parentais, sendo que os cada um dos sistemas apresentam manifestações leves, graves, muito graves ou ausência destas. Entretanto a concordância observada anteriormente nas linhagens isogênicas não foi mantida nestes animais, indicando a existência de genes modificadores específicos para cada sistema afetado. A quantificação da gravidade de cada fenótipo é fundamental para o mapeamento desses genes modificadores. Assim, desenvolvemos métodos quantitativos para classificar a gravidade das manifestações dos sistemas, ósseo (relação entre a distancia linear e o comprimento da porção cervical+torácica da coluna), vascular (diferença entre a circunferência externa e interna da aorta) e pulmonar (razão entre área de tecido pulmonar e espaços alveolares por contagem de pixel). Esses métodos nos permitiram classificar de forma objetiva os animais em diferentes grupos de acordo com a gravidade de cada fenótipo. Concomitantemente, está se realizando o mapeamento utilizando-se um conjunto de 64 marcadores microssatélites selecionados no banco de dados MGI (Mouse Genome Informatics), sendo que o mapeamento fino destes animais será realizado, posteriormente a classificação, utilizando-se microarray de SNPs.
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Congresso Brasileiro de Genética

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, G. R.; LIMA, B. L.; CARDOSO, C. Q.; MASSIRONI, Silvia Maria Gomes; PEREIRA, L. V. Análise de genes modificadores em um modelo animal para a Síndrome de Marfan - quantificaçào da gravidade dos fenótipos. Anais.. Águas de Lindóia: Sociedade Brasileira de Genética, 2009.
    • APA

      Fernandes, G. R., Lima, B. L., Cardoso, C. Q., Massironi, S. M. G., & Pereira, L. V. (2009). Análise de genes modificadores em um modelo animal para a Síndrome de Marfan - quantificaçào da gravidade dos fenótipos. In Programa. Águas de Lindóia: Sociedade Brasileira de Genética.
    • NLM

      Fernandes GR, Lima BL, Cardoso CQ, Massironi SMG, Pereira LV. Análise de genes modificadores em um modelo animal para a Síndrome de Marfan - quantificaçào da gravidade dos fenótipos. Programa. 2009 ;
    • Vancouver

      Fernandes GR, Lima BL, Cardoso CQ, Massironi SMG, Pereira LV. Análise de genes modificadores em um modelo animal para a Síndrome de Marfan - quantificaçào da gravidade dos fenótipos. Programa. 2009 ;