Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Percepção de mulheres multíparas moradoras de uma instituição social e de saúde em relação à rede de suporte social no período pós-parto (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BERGAMASCO, ROSELENA BAZILLI - EE
  • USP Schools: EE
  • Subjects: ALOJAMENTO CONJUNTO; SAÚDE MATERNO-INFANTIL
  • Language: Português
  • Abstract: 1. Objetivo: Compreender a percepção de mulheres multíparas moradoras de uma instituição social e de saúde em relação à rede de suporte social no período pós-parto. 2. Métodos / Procedimentos: A abordagem qualitativa e a prática de enfermagem apresentam aspectos convergentes, pois ambas permitem a interação entre pessoas, utilizam a comunicação verbal e não verbal como instrumento; praticam a observação e a interpretação, considerando o contexto vivenciado e ainda utilizam a reflexão e a empatia como recursos para a compreensão da perspectiva do outro. Considerando a natureza deste estudo e acreditando na importância de se estudar os fenômenos na perspectiva dos próprios indivíduos, em seu contexto de vida, optamos pela História Oral de Vida (HOV) como referencial metodológico para a condução desta investigação. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas com cinco puérperas, com 18 anos ou mais, que residiram temporariamente no Alojamento Social do Amparo Maternal (ASAM) - uma maternidade social em São Paulo que presta atendimento de saúde, pelo Sistema Único de Saúde e abriga gestantes em situação de risco social. Foram incluídas no estudo mulheres que permaneceram no ASAM por até um mês após o parto. As entrevistas foram gravadas e apresentadas na forma de narrativas de acordo com as etapas descritas por Meihy. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem da USP (Parecer no 748/2008/CEP-EEUSP). A análisedos dados foi realizada de acordo com as etapas propostas por Leininger. 3. Resultados: A análise dos dados permitiu identificar duas categorias: percepções das multíparas em relação à permanência na instituição social e de saúde após o parto e a rede de suporte social esperado por ocasião da alta da instituição. A análise das categorias permitiu compreender que durante sua permanência no ASAM após o parto, as mulheres se sentem acolhidas, têm sua auto-estima melhorada, aprendem uma nova e responsável maneira de viver. Ainda, as mulheres consideraram que permanecer na instituição possibilitou ter tempo para se preparar e estabelecer novos planos para o futuro. Em relação à rede de suporte social esperado pela ocasião da alta, as mulheres consideraram seus pais e familiares, seus filhos, seus parceiros e Deus como a principal fonte de apoio. Os resultados do estudo são concordantes com as considerações de um estudo anterior que ressaltou a importância do ASAM para "A reintegração social e que pode ser um modelo de assistência social e de saúde, para mulheres grávidas em situação de vulnerabilidade social" (p.500). 4. Conclusão: O conhecimento apreendido neste estudo evidencia que as mulheres em situação social de risco que moraram no ASAM, perceberam-se capazes de tomar decisões responsáveis em relação ao seu cuidado e de seu filho, mesmo se o ambiente social fora da instituição permanecer o mesmo que anteriormente
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Simpósio Internacional de Iniciação Científica (SIICUSP)

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE1789019-10BERGAMASCO, R. B. doc 5
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MESQUITA, Thaisa Carolina da Silva; BERGAMASCO, Roselena Bazilli. Percepção de mulheres multíparas moradoras de uma instituição social e de saúde em relação à rede de suporte social no período pós-parto. Anais.. São Paulo: [s.n.], 2009.
    • APA

      Mesquita, T. C. da S., & Bergamasco, R. B. (2009). Percepção de mulheres multíparas moradoras de uma instituição social e de saúde em relação à rede de suporte social no período pós-parto. In . São Paulo.
    • NLM

      Mesquita TC da S, Bergamasco RB. Percepção de mulheres multíparas moradoras de uma instituição social e de saúde em relação à rede de suporte social no período pós-parto. 2009 ;
    • Vancouver

      Mesquita TC da S, Bergamasco RB. Percepção de mulheres multíparas moradoras de uma instituição social e de saúde em relação à rede de suporte social no período pós-parto. 2009 ;