Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Seguindo as orientações "politicamente corretas" do desejo: o ser e o ter que... a participação da subjetividade dos jovens no exercício de sua sexualidade e em sua atuação como agente de prevenção (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORAES, TERESA CRISTINA LARA DE - FE
  • USP Schools: FE
  • Subjects: EDUCAÇÃO EM SAÚDE; SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA; DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (PREVENÇÃO E CONTROLE); POPULAÇÃO (ASPECTOS SOCIAIS); SUBJETIVIDADE; IDENTIDADE CULTURAL; JOVENS; SEXUALIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: A epidemia do HIV/AIDS vem mobilizando nas últimas três décadas muitos pesquisadores de diversas áreas do conhecimento (medicina, psicologia, educação, sociologia, antropologia, dentre outras), visto ser um problema sério de saúde pública e a prevenção, a principal arma que a ciência lança mão para o seu combate. Nesse sentido, muita se produziu nos últimos anos visando contribuir para o aprimoramento das propostas de intervenção na área da saúde e educação, com o intuito de combater e prevenir a disseminação das doenças sexualmente transmissíveis em geral, e em especial, a AIDS, sobretudo junto à juventude. Vale observar que dentre as propostas de intervenção, algumas privilegiaram uma concepção biomédica de saúde, centrando suas preocupações na fisiologia do corpo humano e na prescrição e transmissão de conhecimentos e formas de comportamentos, cujos argumentos enfatizavam a utilização pura e simples do preservativo masculino, sem grande preocupação em trazer para o debate questões de ordem social e cultural que determinam e conduzem o desejo e as práticas afetivas e sexuais dos indivíduos. O presente trabalho tem por objetivo refletir, por meio de uma leitura psicossocial, a respeito das estratégias de intervenção que aponta o jovem como o promotor de ações de prevenção às DST/AIDS junto a seus pares da mesma faixa etária. Entender a subjetividade dessas jovens lideranças das camadas populares na sociedade contemporânea, frente a seu papel como agente de prevençãono combate às DST/AIDS e de como se percebem no exercício de sua própria sexualidade, foi uma de nossas preocupações centrais. Outra questão envolveu o questionamento sobre até que ponto o investimento na formação, preparação e instrumentalização desses jovens em relação a questões ligadas à sexualidade favorecem suas tomadas de decisões com maior segurança em suas relações afetivas e sexuais. As ) contribuições teóricas de Pichon-Rivière foram fundamentais para trazer aos grupos de discussão as representações individuais e coletivas acerca de temas que os agentes discutem e problematizam nas oficinas de sexualidade junto a outros jovens, possibilitando um processo de ressignificação das representações que fazem acerca de concepções fortemente enraizadas em nossa cultura envolvendo, desde as desigualdades de gênero, o amor romântico até os preconceitos e tabus em torno da sexualidade e de como têm essas concepções interiorizadas, a despeito de toda a crítica que tecem sobre as mesmas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FE20500067471371.71 M827s
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAES, Teresa Cristina Lara de; AMARAL, Monica Guimaraes Teixeira do. Seguindo as orientações "politicamente corretas" do desejo: o ser e o ter que.. a participação da subjetividade dos jovens no exercício de sua sexualidade e em sua atuação como agente de prevenção. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-24092009-160645/ >.
    • APA

      Moraes, T. C. L. de, & Amaral, M. G. T. do. (2009). Seguindo as orientações "politicamente corretas" do desejo: o ser e o ter que.. a participação da subjetividade dos jovens no exercício de sua sexualidade e em sua atuação como agente de prevenção. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-24092009-160645/
    • NLM

      Moraes TCL de, Amaral MGT do. Seguindo as orientações "politicamente corretas" do desejo: o ser e o ter que.. a participação da subjetividade dos jovens no exercício de sua sexualidade e em sua atuação como agente de prevenção [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-24092009-160645/
    • Vancouver

      Moraes TCL de, Amaral MGT do. Seguindo as orientações "politicamente corretas" do desejo: o ser e o ter que.. a participação da subjetividade dos jovens no exercício de sua sexualidade e em sua atuação como agente de prevenção [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-24092009-160645/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: