Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise de composição corporal em pacientes com Fibrose Cística (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RODRIGUES, ANDRÉA APARECIDA CONTINI - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: FIBROSE CÍSTICA; ANTROPOMETRIA; COMPOSIÇÃO CORPORAL
  • Language: Português
  • Abstract: A avaliação do estado nutricional em pacientes com Fibrose Cística (FC) é clinicamente relevante, pois a subnutrição é um fator importante que afeta de modo adverso a sobrevivência destes pacientes. Desta forma, o presente estudo teve como objetivos a análise da composição corporal dos pacientes com Fibrose Cística, utilizando um modelo de três compartimentos (3C), realizando validação cruzada entre os métodos utilizados e métodos antropométricos e medidas de pregas cutâneas; comparação dos achados de composição corporal em dois grupos de pacientes, a depender da presença ou não de colonização pulmonar crônica por Pseudomonas aeruginosa; avaliação do estado nutricional de pacientes com Fibrose Cística por meio de análise vetorial de impedância bioelétrica e ângulo de fase. Casuística e métodos: Foram estudados 27 pacientes com Fibrose Cística, com idade entre 6 e 18 anos, insuficientes pancreáticos. Foram avaliados parâmetros antropométricos e pregas cutâneas; a impedância bioelétrica (IBE) por análise vetorial e cálculo do ângulo de fase e a absorciometria com emissão de raios X de dupla energia (DXA). Resultados: os dados antropométricos revelaram: escore Z P/I: -1,08±0,91 (grupo 1=colonizado crônico), -0,70±0,66 (grupo 2=não colonizado); ZE/I: -0,89±0,86 (grupo 1), -0,61±0,61 (grupo 2); Z IMC: -0,64±0,63 (grupo 1), -049±0,71 (grupo 2); circunferência muscular do braço (CMB), prega cutânea tricipital (PCT) e prega cutânea subscapular (PCS) dentroda faixa de normalidade (escore Z=-2), sem diferença estatística para os todos os parâmetros antropométricos avaliados; boa correlação entre CMB e AMB (área muscular do braço) com massa magra DXA; PCT, PCS e AGB (área gordurosa do braço) com massa gorda DXA; concordância entre DXA e BIA apenas para os valores absolutos; análise vetorial demonstrou 55% de eutrofia no grupo 1 e 54% de eutrofia no grupo 2; ângulo de fase menor que a população referência no grupo 1. Conclusões: este estudo observou um bom estado nutricional em relação às variáveis utilizadas (antropometria); as medidas antropométricas e pregas cutâneas se mostraram adequadas na avaliação das reservas de gordura e proteína; a composição corporal obtida por meio da BIA necessita ser mais bem avaliada e a BIVA e ângulo de fase permitem uma avaliação qualitativa da composição corporal sem o conhecimento do peso e sem erro de predição das fórmulas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.10.2009

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Andréa Aparecida Contini; CAMELO JUNIOR, José Simon. Análise de composição corporal em pacientes com Fibrose Cística. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Rodrigues, A. A. C., & Camelo Junior, J. S. (2009). Análise de composição corporal em pacientes com Fibrose Cística. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Rodrigues AAC, Camelo Junior JS. Análise de composição corporal em pacientes com Fibrose Cística. 2009 ;
    • Vancouver

      Rodrigues AAC, Camelo Junior JS. Análise de composição corporal em pacientes com Fibrose Cística. 2009 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019