Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Produção de uma vacina de DNA para as proteínas prM e E do vírus dengue-1 utilizando pV AX® como vetor de expressão (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEREIRA, MAIRA GABRIELA MARTINS - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: DENGUE; DNA; VACINAS VIRAIS; IMUNOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Os vírus da dengue (DENV) correspondem a mais importante doença viral veiculada por artrópodes de significância para a saúde pública e consistem de quatro tipos antigênicos diferentes (DENV-1 ao -4) que apresentam grande diversidade genética. Estes vírus usualmente causam desde dengue clássica (DC) até febre hemorrágica (FHD) e síndrome de choque por dengue (SCD). O vírus é transmitido ao homem através da picada dos mosquitos Aedes ssp. fêmea, principalmente Aedes aegypti. O dengue é um vírus de RNA de fita simples de polaridade positiva que pertence à família Flaviviridae e ao gênero Flavivirus. O RNA é envolto por um envelope lipídico no qual a proteína de membrana (M) e a glicoproteína do envelope (E) estão fixadas. A proteína E é o principal alvo de anticorpos neutralizantes desempenhando um papel importante na ligação ao receptor e na fusão de membrana, conseqüentemente, esta tem sido a proteína estrutural mais importante no emprego de candidatos a vacinas. Até o momento, não existe tratamento específico para dengue nem vacina comercial disponível, de forma que o controle do vetor tem sido a única alternativa para o controle da doença. O sucesso na construção de uma vacina para dengue consiste na elaboração de uma vacina tetravalente que seja capaz de induzir produção de anticorpos neutralizantes contra todos os quatro sorotipos, diminuindo a possibilidade de desenvolvimento das formas mais graves da doença. O uso de vacinas de DNA é uma nova e promissoratécnica de imunização e nosso grupo tem desenvolvido vacinas de DNA para os quatro sorotipos. As vacinas produzidas por engenharia genética são potencialmente mais seguras, menos termolábeis e mais facilmente administráveis. Além disso, a produção em massa destas vacinas resultará em redução no custo, tratando-se de uma grande vantagem econômica, considerando que a grande proporção da população afetada pelo dengue, e que se benificiaria com o uso destas vacinas, reside em países em desenvolvimento. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi a produção de uma vacina de DNA para as proteínas prM e E do vírus dengue-1 utilizando p VAX como vetor de expressão. O vetor p VAX foi escolhido para a construção da vacina por ser o único plasmídeo aceito para uso em humanos pela FDA. No nosso trabalho foram desenvolvidos clones recombinantes para o vírus dengue-1 que foram capazes de expressar as proteínas virais em células Hek. A detecção das proteínas virais foi feita por imunofluorescência indireta e imunoprecipitação seguida de eletroforese em gel (SDS-PAGE) de células tranfectadas com os clones. O clone que melhor expressou as proteínas prM e E (pVAX-D1c104) do vírus dengue-1 foi selecionado para avaliação da sua imunogenicidade e conseqüente proteção em camundongos Balb/c. A detecção de anticorpos específicos no soro dos animais imunizados foi realizada pela técnica de imunofluorescência indireta e a proteção da vacina foi avaliada pelo ensaio desobrevivência após desafio i.c. com o DENV-1. Como resultado, a vacina pVAX-D1c104 foi capaz de induzir produção de anticorpos específicos contra o vírus porém não conferiu proteção após desafio. Acreditamos, dessa forma, que esta vacina necessita de melhorias, para então servir de possível candidata à vacina tetravalente para o vírus dengue. No Brasil, o gerenciamento inadequado do plano de erradicação do Aedes aegypti em algumas localidades resultou no desenvolvimento de surtos epidêmicos, e o desenvolvimento de uma vacina para os vírus da dengue seria de imensa valia, pois é a forma mais barata e mais eficaz de todas as intervenções médicas modernas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.10.2009

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200038124Pereira, Maira Gabriela M.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Maira Gabriela Martins; FONSECA, Benedito Antonio Lopes da. Produção de uma vacina de DNA para as proteínas prM e E do vírus dengue-1 utilizando pV AX® como vetor de expressão. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Pereira, M. G. M., & Fonseca, B. A. L. da. (2009). Produção de uma vacina de DNA para as proteínas prM e E do vírus dengue-1 utilizando pV AX® como vetor de expressão. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Pereira MGM, Fonseca BAL da. Produção de uma vacina de DNA para as proteínas prM e E do vírus dengue-1 utilizando pV AX® como vetor de expressão. 2009 ;
    • Vancouver

      Pereira MGM, Fonseca BAL da. Produção de uma vacina de DNA para as proteínas prM e E do vírus dengue-1 utilizando pV AX® como vetor de expressão. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: