Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

DNA plasmático e urinário em pacientes com câncer de mama- Possibilidade de um novo marcador de instabilidade genética tumoral induzida por quimioterapia (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINTO, JORGE LUIZ FREIRE - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: QUIMIOTERAPIA
  • Language: Português
  • Abstract: O câncer de mama é a neoplasia com maior mortalidade entre as mulheres. O emprego de agentes alquilantes no tratamento desta neoplasia pode ocasionar o surgimento de instabilidades genômicas. Tais instabilidades podem estar associadas ao desenvolvimento de neoplasias secundárias como, por exemplo, leucemias. A presente tese avaliou a instabilidade de microsatélites em amostras de sangue, sedimento urinário e plasma de pacientes portadoras de carcinoma mamário ao diagnóstico, 3 e 6 meses após o início do tratamento quimioterápico. Também foi avaliada a concentração do DNA plasmático livre como possível marcador tumoral junto aos marcadores séricos CEA e CA15.3, empregados no acompanhamento do câncer de mama. Foram avaliadas as regiões de microssatélites: Tp53-ALU, Tp53.PCR15.1, BAT 40, BAT26, FMR2 e APC. Entre as 40 pacientes incluídas no presente estudo 88,57% apresentaram instabilidade de microssatélites na fração mononuclear do sangue periférico, 85,8% nas amostras de sedimento urinário e 62,5% no DNA plasmático livre. Não houve concordância significativa entre as instabilidades encontradas nos três tipos de amostra. A concentração de DNA plasmático livre das pacientes quando comparada às doadoras sadias apresentou correlação estatisticamente significativa (p>0,0001), e em paciente em regimes neoadjuvantes que responderam objetivamente à quimioterapia (p=0,02) e não houve correlação com os marcadores séricos CEA e CA15.3
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.12.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700069201FM W4.DB8 SP.USP FM-2 P728dn 2009
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINTO, Jorge Luiz Freire; GIGLIO, Auro Del. DNA plasmático e urinário em pacientes com câncer de mama- Possibilidade de um novo marcador de instabilidade genética tumoral induzida por quimioterapia. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5167/tde-05032010-115349/ >.
    • APA

      Pinto, J. L. F., & Giglio, A. D. (2009). DNA plasmático e urinário em pacientes com câncer de mama- Possibilidade de um novo marcador de instabilidade genética tumoral induzida por quimioterapia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5167/tde-05032010-115349/
    • NLM

      Pinto JLF, Giglio AD. DNA plasmático e urinário em pacientes com câncer de mama- Possibilidade de um novo marcador de instabilidade genética tumoral induzida por quimioterapia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5167/tde-05032010-115349/
    • Vancouver

      Pinto JLF, Giglio AD. DNA plasmático e urinário em pacientes com câncer de mama- Possibilidade de um novo marcador de instabilidade genética tumoral induzida por quimioterapia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5167/tde-05032010-115349/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: