Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Características da violência doméstica relacionadas ao trauma por queimadura: revisão integrativa da literatura (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BALIEIRO, CARMEN ROBERTA BALDIN - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Subjects: VIOLÊNCIA DOMÉSTICA; QUEIMADURAS; MAUS-TRATOS INFANTIS
  • Language: Português
  • Abstract: A violência doméstica em crianças tem sido uma das manifestações mais comuns no setor saúde. Neste estudo, foi ressaltado o trauma por queimaduras como fator a ser considerado como possibilidade de maus-tratos físicos na infância. Em função da baixa produção de estudos de boa qualidade sobre o tema, entende-se que a dificuldade do profissional para identificar e notificar o problema se faz coerente diante do atual cenário científico. O objetivo do presente estudo foi realizar análise crítica das evidências disponíveis na literatura, para identificar as características da violência doméstica, relacionadas ao trauma pela queimadura em crianças, a partir de revisão integrativa. Para o desenvolvimento, foram utilizadas como fonte de levantamento três bases de dados: Pubmed, Cinahl e Lilacs. A amostra foi constituída por 37 estudos. Os resultados obtidos mostraram como características associadas à suspeita de maus-tratos: queimaduras por líquido superaquecido (com maior número de citações), seguida por mecanismo do acidente (escalde por imersão) e as nádegas, as extremidades superiores, inferiores e períneo (como as regiões do corpo mais atingidas). O padrão simétrico das queimaduras foi considerado importante para suspeita de maus-tratos, assim como a idade, associada a incompatibilidade do acidente com a faixa etária da criança. Inconsistência da história e verificação de lesões associadas, como pisaduras e fraturas antigas, representam perfil específico para acriança que sofreu a queimadura por maus-tratos. Em relação aos fatores sociodemográficos, foi identificado que o desemprego e as condições precárias de vida (pobreza) são fatores que representam problema social e potencializam a violência doméstica. Famílias chefiadas por mulheres também representam um perfil nesse processo. Compreende-se que se faz necessário realizar exame detalhado dos eventos que foram identificados como precipitadores da suspeita de maus-tratos. Assim, levar em consideração o mecanismo, o agente térmico, o histórico clínico e social, e realizar o exame fisico são procedimentos importantes a serem desenvolvidos pelo profissional da saúde para o processo de identificação de maus-tratos por queimaduras. A existência de mecanismo de proteção à criança já foi concretizado legalmente, o que falta, portanto, é a capacitação de profissionais para esse processo de identificação. Diante desse quadro, entende-se que se faz necessário desenvolver programas de prevenção e de reabilitação junto às famílias e crianças que sofreram esse problema social que, seguramente, atingiu a saúde individual do grupo familiar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.06.2009

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200013692T3779
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BALIEIRO, Carmen Roberta Baldin; ROSSI, Lídia Aparecida. Características da violência doméstica relacionadas ao trauma por queimadura: revisão integrativa da literatura. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009.
    • APA

      Balieiro, C. R. B., & Rossi, L. A. (2009). Características da violência doméstica relacionadas ao trauma por queimadura: revisão integrativa da literatura. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Balieiro CRB, Rossi LA. Características da violência doméstica relacionadas ao trauma por queimadura: revisão integrativa da literatura. 2009 ;
    • Vancouver

      Balieiro CRB, Rossi LA. Características da violência doméstica relacionadas ao trauma por queimadura: revisão integrativa da literatura. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: