Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Expressão imunoistoquímica de proteínas de choque térmico em úlcera induzida experimentalmente e tratada com laser de diodo (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VASQUES, MAYRA TORRES - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: LASER (ODONTOLOGIA); IMUNOHISTOQUÍMICA; ÚLCERA (ODONTOLOGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: As proteínas de choque térmico (HSPs) são proteínas presentes nas células em condições normais e supra-expressadas em condições de estresse e choque térmico. O laser de diodo tem sido utilizado em diversos tratamentos na odontologia, dentre eles na atenuação de sintomas e na aceleração do reparo de úlceras traumáticas. O objetivo deste estudo foi verificar, através de análise imunoistoquímica da expressão das HSPs (Hsp27 e Hsp 47) e da medição de temperatura por intermédio de câmera termográfica, se o laser de diodo modifica, (e quanto modifica) a temperatura local, bem como se há alteração no padrão de expressão das proteínas citadas em três regiões distintas do fragmento analisado. Para este estudo, foram feitos testes in vitro e in vivo. Para os testes in vivo, foram utilizados 56 ratos, nos quais foi induzida úlcera em ventre lingual. Os animais foram divididos em 4 grupos: GL - grupo ulcerado com posterior irradiação com laser (parâmetros: laser diodo, 0,5 W de potência, pulsado (10 Hz), por 40 segundos (método varredura), 80J/cm2 de energia total (área de 0,25cm2) Má, e a energia por ponto?); GN - grupo ulcerado sem nenhum tratamento posterior; CP - grupo controle sem úlcera e irradiado com laser (mesmos parâmetros de GL); e CN - grupo controle sem úlcera e sem nenhum tratamento posterior. O teste in vitro foi destinado à medição da temperatura durante a irradiação laser, quando utilizaram-se línguas de ratos previamente ulceradas e extirpadas, asquais foram irradiadas com os parâmetros para o teste in vivo. Na superfície irradiada, houve aumento médio de temperatura em torno de 6,7C e, na região mais distante dessa superfície, de 2,7C. Na análise semiquantitativa da expressão imunoistoquímica da Hsp27, observou-se padrão de marcação mais intenso em GL comparando-se a GN e aos demais grupos. Na análise quantitativa da Hsp47, houve maior quantidade de células ) positivas no GL em relação aos demais grupos, principalmente nas regiões mais próximas da superfície irradiada. Concluiu-se que a irradiação laser provocou aumento de temperatura local, bem como desencadeou padrões de intensidade maiores e diferentes da Hsp27 e da Hsp47 em relação aos demais grupos. Isso indica que o tecido irradiado sofreu maior estresse celular, com resposta tecidual de intensa migração e diferenciação celular, bem como de maior síntese colagênica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.09.2009
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VASQUES, Mayra Torres; CORRÊA, Luciana. Expressão imunoistoquímica de proteínas de choque térmico em úlcera induzida experimentalmente e tratada com laser de diodo. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-24102009-114219/ >.
    • APA

      Vasques, M. T., & Corrêa, L. (2009). Expressão imunoistoquímica de proteínas de choque térmico em úlcera induzida experimentalmente e tratada com laser de diodo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-24102009-114219/
    • NLM

      Vasques MT, Corrêa L. Expressão imunoistoquímica de proteínas de choque térmico em úlcera induzida experimentalmente e tratada com laser de diodo [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-24102009-114219/
    • Vancouver

      Vasques MT, Corrêa L. Expressão imunoistoquímica de proteínas de choque térmico em úlcera induzida experimentalmente e tratada com laser de diodo [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-24102009-114219/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019