Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Metabolismo do nitrogênio e concentração de nutrientes no cafeeiro irrigado em razão da dose de N (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PAULA NETO, ANA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Subjects: AMINOÁCIDOS; CAFÉ; FENOLOGIA; MICRONUTRIENTES; NITRATOS
  • Language: Português
  • Abstract: A adubação nitrogenada e sua implicação no metabolismo do cafeeiro ainda não são bem conhecidas nas condições de campo, em cafeicultura altamente tecnificada, com temperatura média de outono-inverno superior a 22 ºC e maior quantidade de horas-luz. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a atividade das enzimas redutase do nitrato (RN), glutamina sintetase (GS) e urease em função da dose de nitrogênio (sem N, 200, 400, 600 e 800 kg ha-1). Avaliou-se também a influência das doses de N (uréia) nas concentrações de N-total, nitrato, amônio, clorofila e carotenóides presentes nas folhas; as flutuações de macro e micronutrientes; bem como a correlação entre a produtividade e doses de N. Objetivou-se também identificar a época do pico da atividade da RN. Os experimentos foram realizados no Oeste baiano e em Piracicaba, SP. As avaliações foram realizadas nas fases fenológicas: vegetação, antese, fruto chumbinho, granação e maturação. A maior atividade da RN ocorreu com o fornecimento de 800 kg ha-1 de N, sem variação nas demais doses, bem como não influenciou a atividade da GS e urease. As concentrações de nitrato e amônio não aumentaram com as doses de N, mas a concentração de aminoácidos foi crescente com a dose do nutriente. A maior atividade da RN verificou-se na fase de vegetação e granação dos frutos, a qual foi superior às 12:00 h, enquanto as atividades da GS e urease foram superiores na fase de granação dos frutos. A maior concentração de nitrato se deu entre a fase de fruto chumbinho e início da granação e do amônio no final da granação. O pico da atividade da RN aconteceu aos 25 dias após a adubação nitrogenada. O uso de altas doses de N não prejudicou a concentração de macro e micronutrientes foliar. Finalmente, a máxima produtividade do cafeeiro foi obtida com a aplicação de 400 kg ha-1 de N
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.01.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500055659t633.73 N469m e.2 95945
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULA NETO, Ana; FAVARIN, José Laercio. Metabolismo do nitrogênio e concentração de nutrientes no cafeeiro irrigado em razão da dose de N. 2010.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-18022010-140953/ >.
    • APA

      Paula Neto, A., & Favarin, J. L. (2010). Metabolismo do nitrogênio e concentração de nutrientes no cafeeiro irrigado em razão da dose de N. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-18022010-140953/
    • NLM

      Paula Neto A, Favarin JL. Metabolismo do nitrogênio e concentração de nutrientes no cafeeiro irrigado em razão da dose de N [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-18022010-140953/
    • Vancouver

      Paula Neto A, Favarin JL. Metabolismo do nitrogênio e concentração de nutrientes no cafeeiro irrigado em razão da dose de N [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-18022010-140953/