Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Controle social de terra e água no interior paulista: um estudo de caso (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: Gonçalves, Juliano Costa - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Subjects: TERRITORIALIDADE; IMPACTOS AMBIENTAIS; BARRAGENS; ÁGUA (USO); USO DO SOLO
  • Language: Português
  • Abstract: O processo de formação do território gera conflitos entre os atores sociais presentes em cada região. No Brasil, tanto o mercado de terras quanto a cobrança do uso da água são criações estatais que respondem a diferentes demandas sociais e criam marcações temporais que permitem analisar o processo de dominação e apropriação de um território em que classes sociais e atores sociais evidenciam o controle social \2013 que visa influenciar, atingir ou controlar relacionamentos e pessoas \2013 exercido sobre os recursos terra e água ao longo do tempo. O objetivo deste trabalho é descrever e analisar como Estado e sociedade exercem, em um processo histórico, o controle sobre os recursos terra e água. Para realizar esse objetivo, realiza-se um estudo de caso dos processos históricos de territorialização envolvendo terra e água no município de Pereira Barreto/SP, interior do Estado de São Paulo. Desde a constituição do mercado de terras, os recursos hídricos são fundamentais para potencializar estratégias de privadas de valorização do solo, tentando auferir ganhos monetários por meio da posse da água. A propriedade da terra se mistura à propriedade da água. A imbricação entre terra e água coloca a gestão dos recursos hídricos sob os cuidados dos proprietários de terra. Com a construção e enchimento dos reservatórios da Usinas Hidroelétricas (UHEs) Jupiá, Ilha Solteira e, principalmente, Três Irmãos, a dinâmica territorial e a gestão dos recursos hídricos no município dePereira Barreto e na região experimentam profundas alterações na estrutura fundiária, alagando terras produtivas e partes da área urbana municipal. O controle social da terra e da água é, então, exercido pela UHE Três Irmãos no território do município de Pereira Barreto. Os Comitês de Bacia Hidrográfica do Estado de São Paulo surgem como atores sociais com o controle social da ) água que buscam, pela gestão dos recursos hídricos, controle sobre a terra, revertendo em parte o quadro inicial apontado. Por fim, discutimos a perspectiva de descontrole social da água advindo da interpretação das barragens como um risco socialmente fabricado.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.10.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CRHEA31100115435TESE 7340 e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Juliano Costa; VALENCIO, Norma Felicidade Lopes da Silva. Controle social de terra e água no interior paulista: um estudo de caso. 2009.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-09022010-085734/ >.
    • APA

      Gonçalves, J. C., & Valencio, N. F. L. da S. (2009). Controle social de terra e água no interior paulista: um estudo de caso. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-09022010-085734/
    • NLM

      Gonçalves JC, Valencio NFL da S. Controle social de terra e água no interior paulista: um estudo de caso [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-09022010-085734/
    • Vancouver

      Gonçalves JC, Valencio NFL da S. Controle social de terra e água no interior paulista: um estudo de caso [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18139/tde-09022010-085734/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: