Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Imaginário, corpo e caneta: matriz afro-brasileira em educação de jovens e adultos (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROSA, ALLAN SANTOS DA - FE
  • USP Schools: FE
  • Subjects: IMAGINÁRIO; MITOLOGIA; SÍMBOLO; CULTURA AFRO-BRASILEIRA; ORALIDADE; LETRAMENTO; COMPLEXIDADE; EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação consiste num esforço de compreensão referente à prática e à pesquisa teórica tecidas em Educação de Jovens e Adultos (EJA), a partir das relações complexas entre oralidade e escrita e enfatizando alternativas de contribuição próprias da cultura afro-brasileira, esta que é marcada pela força de sua oralidade e de seu pensamento mítico-simbólico. O trabalho partiu da realização de uma oficina no Centro de Integração e Educação de Jovens e Adultos (CIEJA) Campo Limpo, zona sul de São Paulo, que consistiu na apresentação de uma pedagogia sinestésica e escolheu levar à sala de aula elementos fortes da memória cultural afro-brasileira, por seu teor simbólico, para o trato com alunos em fase de letramento. Utilizando-se de instrumentos musicais, vídeos, tecidos, esculturas, poemas, estórias, folhas e plantas, dez encontros centraramse na história e na cultura afro-brasileiras, contemplando assim, também, os esforços em uma implementação efetiva e qualitativa da notória lei 10.639/03. Tendo como fundamentos teóricos os estudos tecidos por Gilbert Durand sobre o Imaginário, mais as concepções de Edgar Morin sobre paradigma, conhecimento e método, a dissertação fundamenta-se ainda nas contribuições de Joseph Campbell, Gaston Bachelard, Michel Maffesoli e Marcos Ferreira Santos sobre as questões centradas em mito, imagem, símbolo, arquétipo e razão sensível. Com a intenção de diferenciar as várias formas de relações que a(s) cultura(s) de matriz(es) africana(s) operou(aram) em relação às culturas hegemônicas na história de nosso país, problematizando os usos indiscriminados dos conceitos sincretismo e hibridismo, baseio-me nos estudos de Muniz Sodré, Leda Maria Martins e Eduardo David de Oliveira, destacando as dimensões de jogo, luta, segredo, regra e ancestralidade que caracterizam a afrobrasilidade, relacionando-as às diretrizes teóricas de Durand
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.04.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FE20500066479374(81.61) R788i
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROSA, Allan Santos da; PORTO, Maria do Rosario Silveira. Imaginário, corpo e caneta: matriz afro-brasileira em educação de jovens e adultos. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-23032010-144503/ >.
    • APA

      Rosa, A. S. da, & Porto, M. do R. S. (2009). Imaginário, corpo e caneta: matriz afro-brasileira em educação de jovens e adultos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-23032010-144503/
    • NLM

      Rosa AS da, Porto M do RS. Imaginário, corpo e caneta: matriz afro-brasileira em educação de jovens e adultos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-23032010-144503/
    • Vancouver

      Rosa AS da, Porto M do RS. Imaginário, corpo e caneta: matriz afro-brasileira em educação de jovens e adultos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-23032010-144503/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: