Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da prevalência de epilepsia em crianças e adolescentes da comunidade de Paraisópolis (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SAMPAIO, LETICIA PEREIRA DE BRITO - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: PREVALÊNCIA; EPILEPSIA; CRIANÇAS; EPIDEMIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: OBJETIVO: Determinar em crianças e adolescentes de zero até 16 anos de idade, de uma população específica e de baixa renda, a prevalência da epilepsia, a etiologia da epilepsia mais comum, a prevalência de crise febril, crise única, crise sintomática aguda e crises neonatais. MÉTODOS: Foram entrevistadas 4 947 famílias, abrangendo uma população total de 22 013 habitantes, dos quais 10 405 eram crianças e adolescentes com menos de 16 anos de idade residentes na Favela de Paraisópolis, no período de julho de 2005 a junho de 2006. Na primeira fase, foi aplicado um questionário validado para identificar todas as pessoas de até 16 anos de idade com crises epilépticas. Na segunda fase, as pessoas identificadas como positivas foram atendidas em consulta médica para a realização da história clínica, considerando-se a idade da primeira crise epiléptica, os tipos de crise epiléptica e sua frequência, antecedentes pessoais e familiares de crise febril, epilepsia e outras patologias neurológicas, uso de drogas antiepilépticas, atual ou pregresso; realização do exame físico, exame neurológico, eletroencefalograma e neuroimagem. Os sujeitos eram classificados como pertencentes ao grupo com epilepsia ou de outros diagnósticos: crise febril, crise única, crise provocada ou falso positivo, de acordo com os critérios propostos pela International League Against Epilepsy. RESULTADOS: Na primeira fase, 353 sujeitos foram triados como positivos e atendidos na segunda fase. Cento e um sujeitos (33,8%) receberam o diagnóstico de epilepsia. A prevalência bruta de crianças e adolescentes até 16 anos com epilepsia foi de 9,7/1000. A prevalência de epilepsia ativa foi de 8,7/1000. As crises focais foram o tipo mais frequente (61,4%), e fatores perinatais a etiologia mais comum (20,8%). A prevalência bruta de crise febril foi de 13,9/1000, crise única de 3,3/1000, crise provocada de 0,8/1000 ecrise neonatal de 0,7/1000. CONCLUSÕES: A prevalência encontrada foi similar à observada em outros países em via de desenvolvimento e em estudos prévios realizados em nosso país. A epilepsia sintomática focal foi a etiologia mais frequente, refletindo as condições socioeconômicas dessa população específica e reforçando a necessidade de investimento dos profissionais de saúde nos aspectos preventivos relacionados à atenção da saúde materna no período gestacional e perinatal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.02.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700069273W4.DB8 SP.USP FM-2 S184es 2009
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SAMPAIO, Leticia Pereira de Brito; MANREZA, Maria Luiza Giraldes de. Estudo da prevalência de epilepsia em crianças e adolescentes da comunidade de Paraisópolis. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-06042010-172922/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Sampaio, L. P. de B., & Manreza, M. L. G. de. (2010). Estudo da prevalência de epilepsia em crianças e adolescentes da comunidade de Paraisópolis. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-06042010-172922/?&lang=pt-br
    • NLM

      Sampaio LP de B, Manreza MLG de. Estudo da prevalência de epilepsia em crianças e adolescentes da comunidade de Paraisópolis [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-06042010-172922/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Sampaio LP de B, Manreza MLG de. Estudo da prevalência de epilepsia em crianças e adolescentes da comunidade de Paraisópolis [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-06042010-172922/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: