Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Fatores associados ás  interações medicamentosas potenciais e aos eventos adversos a medicamentos em uma unidade de terapia intensiva (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: REIS, ADRIANO MAX MOREIRA - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: INTERAÇÃO DE MEDICAMENTOS; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA (GERENCIAMENTO;SEGURANÇA); FARMACOTERAPIA
  • Language: Português
  • Abstract: A farmacoterapia complexa com múltiplos medicamentos aumenta a probabilidade de interações medicamentosas (IM) e eventos adversos a medicamentos(EAM) em pacientes de unidade de terapia intensiva (UTI). Este estudo teve como objetivos: analisar e classificar as IM potenciais dos tipos fármaco-fármaco e fármaco-nutrição enteral e os EAM detectados, durante a internação de pacientes, na UTI de um hospital de ensino, identificar os EAM relacionados a IM e investigar os fatores associados com IM e EAM. O estudo transversal, correlacional, retrospectivo investigou 299 prontuários de pacientes internados por cinco ou mais dias na UTI. As IM potenciais foram identificadas e classificadas empregando o software Drug Reax. Investigou-se IM em prescrições de três momentos: 24 horas de internação, mediana da internação e alta. Os EAM foram identificados empregando o método de monitorização intensiva e também critérios de rastreabilidade de EAM. Os EAM foram classificados em relação à causalidade e à gravidade Os dados foram analisados empregando análise descritiva, univariada e regressão logística múltipla. A maioria da casuística era do sexo feminino (50,5%) e com mediana de idade de 57 anos. Em 24 horas a prevalência de pacientes com IM potenciais foi 68,6%. A maior frequência de pacientes com IM potenciais foi 73,9% na mediana da internação. Na alta detectou-se que 69,6% dos pacientes apresentaram IM potenciais. Cerca de 99% das interações era do tipo fármaco-fármaco. As interações fármaco-nutrição enteral foram mais frequentes em prescrições de pacientes em alta. Em relação a gravidade a maioria das IM eram graves e moderadas. O número de medicamentos administrados e o uso de medicamentos do sistema cardiovascular foram os fatores associados com a ocorrência de IM, de forma independente, nos três momentos da internação. Detectou-se que 34,1% dos pacientesapresentaram EAM. Os EAM mais frequentes foram reações adversas a medicamentos (RAM) do Tipo A, de causalidade possível e gravidade moderada. Os pacientes com EAM relacionados a IM corresponderam a 7% da casuística. O tempo de internação e a administração de medicamentos cardiovasculares apresentaram associação com a ocorrência de EAM na regressão logística . Os resultados desta investigação mostraram que apesar da frequência elevada de IM potenciais, o número de EAM relacionados a IM foi reduzido, entretanto envolveu RAM de significância clínica como nefrotoxicidade e sedação excessiva que podem comprometer a segurança do paciente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EERP10400020862Reis, Adriano Max Moreira
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REIS, Adriano Max Moreira; CASSIANI, Silvia Helena de Bortoli. Fatores associados ás  interações medicamentosas potenciais e aos eventos adversos a medicamentos em uma unidade de terapia intensiva. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09032010-162202/ >.
    • APA

      Reis, A. M. M., & Cassiani, S. H. de B. (2009). Fatores associados ás  interações medicamentosas potenciais e aos eventos adversos a medicamentos em uma unidade de terapia intensiva. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09032010-162202/
    • NLM

      Reis AMM, Cassiani SH de B. Fatores associados ás  interações medicamentosas potenciais e aos eventos adversos a medicamentos em uma unidade de terapia intensiva [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09032010-162202/
    • Vancouver

      Reis AMM, Cassiani SH de B. Fatores associados ás  interações medicamentosas potenciais e aos eventos adversos a medicamentos em uma unidade de terapia intensiva [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09032010-162202/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: