Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Função motora do esôfago em pacientes com doença do refluxo gastroesofágico (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FALCÃO, ANGELA CRISTINA GOMES MARINHO - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: REFLUXO GASTROESOFÁGICO; ESOFAGOPATIAS; TRANSTORNOS DA MOTILIDADE ESOFÁGICA (DIAGNÓSTICO); TÉCNICAS DE DIAGNÓSTICO DO SISTEMA DIGESTÓRIO
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A diminuição do tônus basal e da extensão do esfíncter inferior do esôfago são considerados como principais mecanismos responsável pela ocorrência de refluxo gastroesofágico. Um adequado clareamento esofágico depende da presença de peristaltismo primário e secundário efetivos. Ainda há dúvidas se o achado de alterações do peristaltismo esofágico em pacientes com doença do refluxo gastroesofágico é uma anormalidade primária ou surge como consequência da agressão causada pelo refluxo. Objetivo: avaliar as alterações motoras esofágicas do esfíncter inferior do esôfago e do corpo esofágico em diferentes formas da doença do refluxo gastroesofágico. Métodos: foram selecionados 268 prontuários de pacientes encaminhados para avaliação motora do esôfago através de manometria como parte da investigação diagnóstica da doença do refluxo gastroesofágico e foram distribuídos em quatro grupos: SE: 33 pacientes sem esofagite ao estudo endoscópico; EE: 92 pacientes que apresentavam esofagite erosiva (classificação de Los Angeles); BC: 101 pacientes que apresentavam esôfago de Barrett curto (< 3 cm) e BL: 42 pacientes que apresentavam esôfago de Barrett longo (> 3 cm). Resultados: O grupo SE apresentou um tamanho médio do esfíncter inferior do esôfago maior quando comparado aos grupos EE, BC e BL, estes foram semelhantes quando comparados entre si. Considerando esfíncter curto quando seu tamanho total encontrava-se menor do que 2 cm, os grupos EE, BC e BL foram semelhantes quando comparados entre si. Quanto à média de pressão do esfíncter, observamos que o grupo SE apresentou valor médio maior em relação aos grupos EE, BC e BL, estes foram semelhantes quando comparados entre si. Observou-se que os grupos EE e BL foram semelhantes e apresentaram maior percentual de hipotonia acentuada do esfíncter inferior do esôfago quando comparados ao grupo BC. Os grupos EE, BC e BLapresentaram amplitude de contração no segmento distal, significativamente inferiores quando comparados ao grupo SE; os grupos BC e BL foram semelhantes quando comparados entre si. Os grupos EE, BC e BL foram semelhantes em relação ao percentual de hipocontratilidade acentuada do segmento distal do corpo esofágico. Em relação à motilidade esofágica, observou-se que não houve diferença entre os grupos EE, BC e BL, o grupo SE não apresentou esta alteração. Conclusões: Os doentes com sintomas típicos de refluxo gastroesofágico, mas sem esofagite ao estudo endoscópico, não apresentaram comprometimento da função motora esofágica. Aqueles com esofagite de refluxo e esôfago de Barrett curto tiveram comprometimento da função motora esofágica, intermediárias entre os pacientes sem esofagite e com esôfago de Barrett longo. As alterações mais intensas na motilidade esofágica e esfíncter inferior do esôfago foram mais observadas no grupo com esôfago de Barrett longo. Estes fatos indicam que as alterações motoras do esôfago surgem como conseqüência do comprometimento da mucosa esofágica por RGE
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.03.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700068047W4.DB8 SP.USP FM-1 F163fu 2009
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FALCÃO, Angela Cristina Gomes Marinho; CECCONELLO, Ivan. Função motora do esôfago em pacientes com doença do refluxo gastroesofágico. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-20042010-094540/ >.
    • APA

      Falcão, A. C. G. M., & Cecconello, I. (2010). Função motora do esôfago em pacientes com doença do refluxo gastroesofágico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-20042010-094540/
    • NLM

      Falcão ACGM, Cecconello I. Função motora do esôfago em pacientes com doença do refluxo gastroesofágico [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-20042010-094540/
    • Vancouver

      Falcão ACGM, Cecconello I. Função motora do esôfago em pacientes com doença do refluxo gastroesofágico [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-20042010-094540/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: