Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Sentidos da regressão. Considerações teoricoclínicas em Ferenczi, Balint e Winnicott (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALMEIDA, MARILIA MARRA DE - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: REGRESSÃO; PSICANÁLISE; SETTING; CONSTITUIÇÃO DO EU
  • Language: Português
  • Abstract: O conceito de regressão, em psicanálise, apresenta múltiplos aspectos. Sua presença está na explicação metapsicológica da formação dos sonhos, como também na descrição de fenômenos que indicam modos de satisfação, de relação de objeto e formas de expressão primitivos de pacientes em análise. Apontando para a dimensão primária do psiquismo humano, a regressão foi o mote das controvérsias entre Freud e Ferenczi, pela aposta deste último no potencial terapêutico desse fenômeno. Sua significação heterogênea confere uma posição estratégica a esse conceito para o estudo da articulação entre teoria e clínica psicanalítica. Nosso estudo tem como objetivo considerar os diversos sentidos da regressão, tendo como autores de referência aqueles que se debruçaram sobre esse tema: Sandor Ferenczi, Michel Balint e Donald Winnicott. Trata-se de um estudo de textos desses três autores e de alguns de seus comentadores. Para vislumbrarmos o sentido da regressão para Ferenczi, acompanhamos seu processode experimentação da técnica clínica, assim como suas idéias acerca do desenvolvimento psicossexual do ser humano. Encontramos a regressão ocupando posição central em sua teoria, o que provê um sentido não linear em sua visão do desenvolvimento humano. Em sua prática clínica, a regressão é entendida como meio de liquidar os traumas que residem na raiz das perturbações psíquicas. Os sentidos da regressão para Michel Balint indicam o potencial terapêutico da regressão,enquanto possibilidade de um novo começo, mas também os impasses implicados na ocorrência desse fenômeno no setting analítico, delineando duas formas de regressão: benigna e maligna. Para entendermos essas formas da regressão apontadas por Balint, acompanhamos suas idéias acerca das formas diversas de viver a sexualidade humana na infância e na vida adulta. Acompanhamos também sua concepção sobre a origem do psiquismo, no ) estado que ele denomina de amor primário em oposição ao narcisismo primário. A dimensão da falha básica, diversa da dimensão onde a expressão verbal é possível, aparece como descrição da expressão de estruturas primárias de relação de objeto, muitas vezes necessárias de serem vividas na relação analítica. Em Winnicott, partimos de um caso clínico que tem a regressão como processo central. Estudamos o sentido desse fenômeno para Winnicott, configurando a noção de regressão à dependência ou regressão ao ambiente. Acompanhamos suas idéias acerca do desenvolvimento emocional primitivo que culminam na concepção de uma terceira área da vida dos indivíduos: a área da experimentação, nem interna, nem externa ao indivíduo, onde o brincar é possível. Ao final de nosso estudo, tecemos algumas articulações entre os elementos colhidos em cada autor, encontrando algumas aproximações e alguns afastamentos. Apesar das diferenças entre os três autores, vemos configurar um estilo clínico comum que encara o fenômeno da regressão como uma possívelvia ao originário a ser trilhada, encontrada ou mesmo constituída, no percurso da análise, enquanto forma de tratamento. Essa via encontra o ambiente como parte constituinte do psiquismo, principalmente em sua origem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.12.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300032118T RC489.R42 A447s e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Marilia Marra de; FIGUEIREDO, Luiz Claudio Mendonca. Sentidos da regressão. Considerações teoricoclínicas em Ferenczi, Balint e Winnicott. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-18032010-105752/ >.
    • APA

      Almeida, M. M. de, & Figueiredo, L. C. M. (2009). Sentidos da regressão. Considerações teoricoclínicas em Ferenczi, Balint e Winnicott. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-18032010-105752/
    • NLM

      Almeida MM de, Figueiredo LCM. Sentidos da regressão. Considerações teoricoclínicas em Ferenczi, Balint e Winnicott [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-18032010-105752/
    • Vancouver

      Almeida MM de, Figueiredo LCM. Sentidos da regressão. Considerações teoricoclínicas em Ferenczi, Balint e Winnicott [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-18032010-105752/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: