Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudos anatômicos, ultra-estruturais e bioquímicos da síndrome Kranz em folhas de duas espécies de Gomphrena L. (Amaranthaceae) (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ANTONUCCI, NATALIA PAGANOTTI - IB
  • USP Schools: IB
  • Subjects: ANATOMIA VEGETAL; CLOROPLASTOS VEGETAIS; FOTOSSÍNTESE
  • Language: Português
  • Abstract: A síndrome Kranz é um conjunto de características anatômicas, ultra-estruturais e bioquímicas que culminam na realização da fotossíntese C4. Tal síndrome apresenta grande diversidade dentre as Angiospermas, tornando-se conveniente seu estudo em todos os níveis acima citados para a completa caracterização da mesma. No presente trabalho foi investigada a síndrome Kranz de Gomphrena arborescens e G. scapigera (Amaranthaceae) com ênfase na origem ontogenética da bainha Kranz, na descrição ultra-estrutural e na confirmação bioquímica sobre o tipo de fotossíntese C4. O desenvolvimento foliar dessas espécies indica que a bainha Kranz é originada da camada mais interna do mesofilo, a endoderme foliar. Uma discussão sobre os termos presentes na literatura para a descrição dessa bainha, todos eles focados em sua função na fotossíntese C4, demonstra a importância de se utilizar termos que informem a origem ontogenética dessa bainha, como endoderme e periciclo. Na análise ultra-estrutural, foram identificados possíveis fatores que interferem na fotossíntese de ambas as espécies, como o espessamento e a composição da parede da bainha Kranz, o posicionamento centrípeto dos cloroplastos e a presença de retículo periférico nos mesmos. Embora a análise bioquímica tenha resultado em informações ainda não conclusivas, o dimorfismo dos cloroplastos sugere a realização da fotossíntese C4 do tipo NADP-ME. O presente trabalho, de uma forma geral, contribui ao conhecimento da síndrome Kranz dentre as Amaranthaceae s.s., um grupo em que a ultra-estrutura e a bioquímica ainda são pouco conhecidas, e ressalta a importância dos estudos anatômicos, principalmente com enfoque ontogenético, para o melhor conhecimento da diversidade da síndrome Kranz dentre as Angiospermas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.03.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IB12000025330M-1460
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANTONUCCI, Natalia Paganotti; PINNA, Gladys Flávia de Albuquerque Melo de. Estudos anatômicos, ultra-estruturais e bioquímicos da síndrome Kranz em folhas de duas espécies de Gomphrena L. (Amaranthaceae). 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-19042010-115918/ >.
    • APA

      Antonucci, N. P., & Pinna, G. F. de A. M. de. (2010). Estudos anatômicos, ultra-estruturais e bioquímicos da síndrome Kranz em folhas de duas espécies de Gomphrena L. (Amaranthaceae). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-19042010-115918/
    • NLM

      Antonucci NP, Pinna GF de AM de. Estudos anatômicos, ultra-estruturais e bioquímicos da síndrome Kranz em folhas de duas espécies de Gomphrena L. (Amaranthaceae) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-19042010-115918/
    • Vancouver

      Antonucci NP, Pinna GF de AM de. Estudos anatômicos, ultra-estruturais e bioquímicos da síndrome Kranz em folhas de duas espécies de Gomphrena L. (Amaranthaceae) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-19042010-115918/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: