Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Extinção na direção de aglomerados estelares jovens (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOARES, BEATRIZ FERNANDES LOPES - IAG
  • USP Schools: IAG
  • Subjects: ASTROFÍSICA; MEIO INTERESTELAR; ESTRELAS NOVAS
  • Language: Português
  • Abstract: Realizamos um estudo detalhado da extinção interestelar na direção dos aglomerados estelares jovens: NGC 2264, NGC 2244, Berkeley 86 e NGC 6530. Esta amostra foi selecionada com base nos catálogos disponíveis na literatura, buscando por alguns aglomerados localizados em regiões em que a extinção é considerada normal, e outros apresentando indicios de ser anômala ou variável. Foi elaborada uma base de dados para estrelas na direção dos aglomerados. Visando reduzir a poluição de estrelas de campo, selecionamos como membros somente os objetos apresentando uma probabilidade mínima de pertencer ao aglomerado, de acordo com estudos de movimento próprio. Para a determinação da extinção, desenvolvemos um algoritmo que ajusta dados observacionais à curva teórica da Sequência Principal, tendo a extinção como parâmetro livre. Desta forma determinamos o valor médio da extinção visual (Av) que proporciona o ajuste de melhor qualidade aos dados observacionais. Duas metodologias foram adotadas também para estimar a lei de extinção (Rv) para cada aglomerado. Neste caso, os resultados foram obtidos por meio da análise de diagramas de duas cores e também calculados por expressões que relacionam o excesso de cor em diferentes bandas. Em concordância com trabalhos recentes de outros autores, notamos que o uso de diferentes cores no estudo da lei de extinção, correlacionando dados ópticos com infravermelho próximo, proporcionam melhores resultados do que aqueles obtidosanalisando apenas as cores nas bandas UBV, por exemplo. Verificamos a possível ocorrência de extinção variável nos aglomerados e comparamos sua localização com a de nuvens interestelares utilizando os mapas de Av disponíveis na literatura, buscando relacionar a lei de extinção com as condições do meio interestelar nas regiões dos aglomerados. A análise de uma eventual variação na lei de extinção foi verificada a partir da determinação ) individual de Rv, que foi realizada apenas para alguns membros cujo tipo espectral era préviamente conhecido. Os resultados dessa parte de nosso estudo não permitiram uma análise mais robusta da variação de Rv em função da distribuição espacial, dado o número pequeno de objetos para os quais há confiabilidade nas informações espectrais. Concluímos que entre a amostra estudada, somente o aglomerado NGC 6530 apresenta indícios de extinção anômala e os aglomerados NGC 2264 e NGC 2244 parecem sofrer de entição variável. Os resultados de extinção obtidos através do ajuste à sequência principal, em geral, se mostraram em boa concordância com aqueles encontrados na literatura. O algoritmo de ajuste automático desenvolvido no presente trabalho se mostrou prático e eficiente para determinação de Av médio em aglomerados com grande número de membros
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2010

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IAG30200024959CD-ROM 730
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Beatriz Fernandes Lopes; GREGÓRIO-HETEM, Jane. Extinção na direção de aglomerados estelares jovens. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.
    • APA

      Soares, B. F. L., & Gregório-Hetem, J. (2010). Extinção na direção de aglomerados estelares jovens. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Soares BFL, Gregório-Hetem J. Extinção na direção de aglomerados estelares jovens. 2010 ;
    • Vancouver

      Soares BFL, Gregório-Hetem J. Extinção na direção de aglomerados estelares jovens. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: