Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização dos acidentes de trânsito e vítimas no município de Rio Branco - Acre (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROCHA, GREICIANE DA SILVA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Subjects: ACIDENTES DE TRÂNSITO (ESTATÍSTICAS E DADOS NUMÉRICOS); VEÍCULOS AUTOMOTORES; RIO BRANCO (AC)
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos: O trabalho faz uma caracterização dos acidentes de trânsito e vítimas no município de Rio Branco/AC, no período de 2005 a 2008. Teve, como objetivos, 1. identificar a magnitude dos agravos de acidentes de trânsito: número de veículos envolvidos, tipo de veículos envolvidos, classificação dos envolvidos e natureza dos acidentes; 2.caracterizar vítimas, segundo variáveis: sexo, idade e condição no local do acidente e 3. delinear o perfil do acidente: área, fase do dia, dia da semana, horário e mês. Procedimentos Metodológicos: Estudo transversal, descrito, utilizou dados secundários de instituições responsáveis pela notificação de acidentes de trânsito: DENATRAN, DETRAN/AC, IML/AC, HUERB/AC, e SIM/SESACRE. Definiu-se, como base principal, o banco de dados digital do Departamento Estadual de trânsito do Acre, cujos dados foram comparados com os do DENATRAN. Em relação à mortalidade, foi realizado pareamento entre dados do DETRAN, SIM e IML. Resultados: Identificaram-se diferenças discrepantes entre dados do DENATRAN e DTRAN. A taxa de motocicletas envolvidas em Acidentes de trânsito teve aumento de 17,2 por cento e do automóvel, decréscimo de 7,2 por cento. O número de vítimas aumentou 16,1 por cento; o de vítima fatal, acréscimo de 6,6 por cento e não fatais, e de 17,1 por cento. Acidentes de trânsito, no período estudado, aumentaram 14,5 por cento. Quanto à natureza, destacaram-se as colisões/abalroamento 76,5 por cento. O tipo de veículomais envolvido foi a motocicleta (43,4 por cento). Período do dia de maior ocorrência dos acidentes: tarde (32,2 por cento), seguida de noite (30,8 por cento). Perímetro urbano/rural: 97 por cento ocorreram em área urbana. Os dias da semana de maior ocorrência foram: sábado (18,6 por cento) e domingo (16,7 por cento). ) A hora de maior ocorrência foi às 18:00, seguida das 19:00 horas. A proporção de vítima por acidente manteve-se entre 1,3 e 1,4, durante o período. As faixas etárias mais vulneráveis foram: 30 a 39 (20 por cento), de 20 a 24 anos (19,8 por cento) e 25 a 29, com 17,3 por cento. Vítimas do sexo masculino tiveram destaque nos acidentes, na condição de motociclista (89,8 por cento) e do sexo feminino, como passageira (59,6 por cento). Do total de vítimas, 97,2 por cento corresponderam a vítimas não-fatais. A razão de sexos masculino X feminino, como vítimas, correspondeu à proporção de 2:1, em 2005/2007/2008 e 3:1, em 2006
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.01.2010

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800043873614.86 33
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROCHA, Greiciane da Silva; SCHOR, Néia. Caracterização dos acidentes de trânsito e vítimas no município de Rio Branco - Acre. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.
    • APA

      Rocha, G. da S., & Schor, N. (2010). Caracterização dos acidentes de trânsito e vítimas no município de Rio Branco - Acre. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rocha G da S, Schor N. Caracterização dos acidentes de trânsito e vítimas no município de Rio Branco - Acre. 2010 ;
    • Vancouver

      Rocha G da S, Schor N. Caracterização dos acidentes de trânsito e vítimas no município de Rio Branco - Acre. 2010 ;