Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo de 166 pacientes portadores de tronco arterial comum operados com a técnica de cerclagem do tronco pulmonar, correção com conduto extracardíaco valvulado e técnica de Barbero-Marcial (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TANAMATI, CARLA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCP
  • Subjects: ARTÉRIA PULMONAR (CIRURGIA); PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS PULMONARES; PRÓTESE VASCULAR; RECÉM-NASCIDO; CRIANÇAS
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Estudo de 166 pacientes portadores de tronco arterial comum operados entre Janeiro de 1987 a Dezembro de 2008. Método: Neste período, a maioria dos pacientes (91,6%) com tronco arterial comum foram operados com duas técnicas distintas na reconstrução da via de saída do ventriculo direito: conduto extracardíaco valvulado e anastomose direta ventrículo-pulmonar (técnica de Barbero-Marcial). Os critérios de seleção para a realização da técnica de Barbero-Marcial foram: idade menor de 6 meses, tronco arterial comum tipo I ou II da classificação de Collett-Edwards e ausência de anomalias associadas ou artéria coronária cruzando a via de saída do ventrículo direito. A cerclagem do tronco pulmonar foi realizada nos pacientes sem condições clínicas para a correção total. Analisamos parâmetros pré, intra e pós-operatórios e comparamos a sobrevida e taxa de reoperação entre as três técnicas.Resultados: A cerdagem pulmonar foi realizada em 14 pacientes, a correção com conduto valvulado em 86 e a técnica de Barbero-Marcial em 66.A idade variou de 5 dias a 15,5 anos (mediana de 3,63 meses) e o peso entre 2.38 kg a 15,5 kg (mediana de 3.85 kg) para todo o grupo. O tempo de seguimento médio foi de 5.1 ± 6,3 anos (0d a 24,5a). Houve diferença estatística entre a idade (p <0,001) e peso (p = 0,008) entre os três grupos. A mortalidade global foi de 31.3% (n = 52) e a maior mortalidade foi a do grupo da cerclagem, 92,9%. A análise univariada de fatores de risco para o óbitoinfere a presença de interrupção de arco aórtico (p = 0.001) ou anomalia de coronária (0,048) e o tipo de correção cirúrgica empregada (p<0.001) e a análise multivariada, a presença de anomalia de coronária e o tipo de correção cirúrgica como fatores predisponentes para o óbito. Houve uma redução significativa da mortalidade (p=0,014) do grupo operado com a técnica de ) Barbero-Marcial, nas duas décadas estudadas: 1987-1997 e 1998-2008, sugerindo a presença de uma curva de aprendizado para esta técnica. A taxa de sobrevida em 21,9 anos foi similar nas duas técnicas (p=0,783). Oitenta e nove reoperações foram realizadas em 63 pacientes (média de reoperação de 0,54 \F0B10,79 reoperação/paciente). A taxa livre de reoperação foi significantemente menor na técnica de Barbero-Marcial em comparação com o grupo com conduto extracardíaco em 10,95 anos (p=0,006). Conclusões: A correção do tronco arterial comum pela técnica de Barbero-Marcial pode ser realizada em casos selecionados com resultados satisfatórios a longo prazo. A interrupção do arco aórtico, as anomalias de coronária e o tipo de correção cirúrgica empregada são fatores de risco para óbito. A taxa livre de reoperação foi significatemente menor com a técnica de Barbero-Marcial
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.12.2009

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700068274W4.DB8 SP.USP FM-3 T166es 2009
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TANAMATI, Carla. Estudo de 166 pacientes portadores de tronco arterial comum operados com a técnica de cerclagem do tronco pulmonar, correção com conduto extracardíaco valvulado e técnica de Barbero-Marcial. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
    • APA

      Tanamati, C. (2009). Estudo de 166 pacientes portadores de tronco arterial comum operados com a técnica de cerclagem do tronco pulmonar, correção com conduto extracardíaco valvulado e técnica de Barbero-Marcial. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Tanamati C. Estudo de 166 pacientes portadores de tronco arterial comum operados com a técnica de cerclagem do tronco pulmonar, correção com conduto extracardíaco valvulado e técnica de Barbero-Marcial. 2009 ;
    • Vancouver

      Tanamati C. Estudo de 166 pacientes portadores de tronco arterial comum operados com a técnica de cerclagem do tronco pulmonar, correção com conduto extracardíaco valvulado e técnica de Barbero-Marcial. 2009 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: