Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Contribuição à análise econômica do direito internacional privado (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PICCHI, FLÁVIO AUGUSTO - FD
  • USP Schools: FD
  • Subjects: SISTEMAS ECONÔMICOS; DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO; CONFLITO DE LEIS
  • Language: Português
  • Abstract: A dissertação tem por objeto o estudo do regime obrigacional em direito internacional privado (DIP) a partir dos subsídios da denominada análise econômica do direito (AED), compreendida como a aplicação de conceitos basilares da ciência econômica, tais como o modelo de escolha racional e o sistema de preços, aos mecanismos de funcionamento próprios do sistema jurídico. Um esboço histórico e evolutivo do DIP é elaborado para ressaltar a tensão entre as tendências de favorecimento ao personalismo ou ao territorialismo, resolvida mediante adoção de elementos de conexão que valorizem uma ou outra postura. A tensão aponta também para a dupla lógica de operação do DIP, ao reger situações jurídicas de direito privado sob uma perspectiva internacional. Em primeiro plano, o caráter internacionalista do DIP evoca a classificação segundo o critério material de suas normas e revela seus fundamentos, os quais são observados sob a perspectiva da AED. Assim, o direito de exercer a autoridade jurisdicional exclusiva é considerado como um recurso escasso e descreve um verdadeiro mercado cujos participantes são os Estados, que encontra paralelo entre as estruturas modelares de concorrência perfeita, concorrência imperfeita e monopólio, por um lado; e as crescentes gradações do conceito de ordem pública, por outro. Em segundo plano, a lógica de direito privado do DIP preside sua dinâmica de realização, e fornece a classificação funcional de suas normas, permitindo a visualização de um mercado cujo recurso em causa é o elemento de conexão. A expressão destes pode ou não ser volitiva, de maneira que os diferentes níveis de aceitação da autonomia da vontade em DIP determinam a correspondência com aqueles regimes modelares de mercado. São assim descritos os denominados modelos econômicos privatista e publicista do DIP, conforme prestigiem interesses individuais ou estatais, em reflexo da tensão entre personalismo eterritorialismo. O mérito de cada um dos modelos é submetido a investigação, defendendo-se sua conjugação, segundo critérios ali apontados. Com base nos tópicos examinados, passa-se à critica de doutrina e jurisprudência brasileiras recentes que enfrentaram o tema do regime das obrigações em DIP. As considerações finais são enfim apresentadas, validando a utilidade do método da AED e defendendo a continuidade de seu emprego no estudo do DIP
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2010

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FD20400056355O15-20-26 DBC
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PICCHI, Flavio Augusto; CASELLA, Paulo Borba. Contribuição à análise econômica do direito internacional privado. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.
    • APA

      Picchi, F. A., & Casella, P. B. (2010). Contribuição à análise econômica do direito internacional privado. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Picchi FA, Casella PB. Contribuição à análise econômica do direito internacional privado. 2010 ;
    • Vancouver

      Picchi FA, Casella PB. Contribuição à análise econômica do direito internacional privado. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: