Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Tratamento de resíduos industriais de produtos veterinários, utilizando processos oxidativos avançados com diferentes composições de ADE (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ELEOTÉRIO, IZABEL CRISTINA - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Subjects: FARMACOLOGIA VETERINÁRIA; RESÍDUOS INDUSTRIAIS (TRATAMENTO); TECNOLOGIA QUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: Foram utilizados as composições Ti/0,3(Ru’O IND. 2’)0,7(Ti’O IND. 2’), Ti/0,3(Ru’O ind. 2’)0,7(Sn’O IND. 2’) e Ti/0,8(Ru’O IND. 2’)0,2(‘Ta IND. 2’’O IND. 5’) em diferentes eletrólitos de suporte (‘Na IND. 2’’SO IND. 4’, ‘H IND. 2’’SO IND. 4’, NaCI e HCI) e densidades de corrente (20 a l 00 mA ‘cm POT. -2’). A concentração inicial do efluente foi mantida 670 mg ‘L POT. -1'. Utilizou-se os parâmetros demanda química de oxigênio (DQO), carbono orgânico total (COT) e fenóis totais para monitorar a eficiência da degradação. Todos os anodos estudados foram capazes de promover a diminuição da quantidade de matéria orgânica no entanto, o anodo Ti/0,3(Ru’O IND. 2’)0,7(Ti’O IND. 2’) apresentou maior eficiência. A formação de compostos halogenados adsorviveis foi menor para material eletródico Ti/0,8(Ru’O IND. 2 ‘)0,2(‘Ta IND. 2’O IND. 5’) na presença de cloreto. O aumento da densidade de corrente aumenta a degradação da matéria orgânica sendo que após 40 mA ‘cm POT. -2’ a energia elétrica empregada passa a ser consumido preferencialmente para a oxidação Foi estudado também a oxidação dos fármacos, bromexina, sulfametoxazol, trimetropim e trissulfin (500 mg ‘L POT. -1’) utilizando o material eletródico Ti/0,3(Ru’O IND. 2’)0,7(Ti’O IND. 2’) obteve-se maior remoção de DQO para o fármaco bromexina. Simulou-se a degrabilidade das amostras do fármacos no efluente, adicionou-se quantidades conhecida do fármaco no efluente da ETE. Para todas as condições verifica-se que a remoção de DQO na presença dos fármacos é dificultada. Quanto mais difícil de ser oxidado menor é a porcentagem de remoção. A análise do subproduto formado utilizando sulfarnetoxazol mostrou a degradação parcial do material de partida (m/z 253), um isômero do sulfametoxazol (m/z 253) e 4-aminobenzenosulfonamida (m/z 172)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.05.2010

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800031893Eleotério, Izabel Cristina
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ELEOTÉRIO, Izabel Cristina; ANDRADE, Adalgisa Rodrigues de. Tratamento de resíduos industriais de produtos veterinários, utilizando processos oxidativos avançados com diferentes composições de ADE. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Eleotério, I. C., & Andrade, A. R. de. (2010). Tratamento de resíduos industriais de produtos veterinários, utilizando processos oxidativos avançados com diferentes composições de ADE. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Eleotério IC, Andrade AR de. Tratamento de resíduos industriais de produtos veterinários, utilizando processos oxidativos avançados com diferentes composições de ADE. 2010 ;
    • Vancouver

      Eleotério IC, Andrade AR de. Tratamento de resíduos industriais de produtos veterinários, utilizando processos oxidativos avançados com diferentes composições de ADE. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: