Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeito dos diferentes níveis de nucleotídeos em frangos de corte alimentados com probióticos (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRUNO, JOÃO BATISTA CANEVARI - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VNP
  • Subjects: ADITIVOS ALIMENTARES; ALIMENTAÇÃO ANIMAL; NUCLEOTÍDEOS; FRANGOS DE CORTE; PROBIÓTICOS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito dos diferentes níveis de nucleotídeos sobre o desempenho de frangos de corte alimentados com probióticos. Para o trabalho, foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado com cinco repetições dentro de cada tratamento. Foram utilizados 1050 frangos machos da linhagem Ross 308 totalizando trinta e cinco aves por boxe. As aves foram criadas até 42 dias de idade que receberam as rações experimentais a base de milho e farelo de soja contendo seis diferentes níveis de nucleotídeos (0; 100; 200; 300; 400 e 500 gramas por tonelada de ração). Os diferentes níveis de nucleotídeos foram utilizados na fase inicial (1 a 21 dias de idade) e crescimento (22 a 35 dias de idade). Durante a fase final (36 a 42 dias de idade) foi fornecido rações sem nucleotídeo para todos os tratamentos. Os resultados experimentais demonstraram que houve melhora linear no desempenho dos frangos de corte no período de 1 a 21 dias de idade, indicando que, quanto maior o nível de nucleotídeos na dieta de frangos de corte, maior foi o peso corporal das aves. A conversão alimentar também é melhorou linearmente no período de 1 a 21 dias de idade à medida que aumentou o nível de nucleotídeos na ração. O peso no período de 35 dias de idade, também teve um comportamento linear, semelhante ao período de 1 a 21 dias, indicando que, quanto maior o nível de nucleotídeos na dieta de frangos de corte, maior o desempenho das aves. Quanto aos níveis plasmáticos de ácido úrico, pôde-se observar efeito quadrático no período de 1 a 21 dias de idade, indicando o valor de 231,59 gramas de nucleotídeos por tonelada de ração, como o melhor, em níveis mínimos de ácido úrico, por outro lado, no período de 35 dias de idade, estima-se o nível de 208,99 g de nucleotídeos por tonelada de ração; como o melhor em níveis mínimos de ácido úrico nosangue. No período final (35 a 42 dias de idade) e período total (1 a 42 dias de idade) não foi possível o observar efeito dos contrastes testados em nenhum dos parâmetros avaliados.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.06.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300032856T.2135 FMVZ e. 2 ACERVO 3
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRUNO, João Batista Canevari; ALBUQUERQUE, Ricardo de. Efeito dos diferentes níveis de nucleotídeos em frangos de corte alimentados com probióticos. 2009.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-29072009-132711/ >.
    • APA

      Bruno, J. B. C., & Albuquerque, R. de. (2009). Efeito dos diferentes níveis de nucleotídeos em frangos de corte alimentados com probióticos. Universidade de São Paulo, Pirassununga. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-29072009-132711/
    • NLM

      Bruno JBC, Albuquerque R de. Efeito dos diferentes níveis de nucleotídeos em frangos de corte alimentados com probióticos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-29072009-132711/
    • Vancouver

      Bruno JBC, Albuquerque R de. Efeito dos diferentes níveis de nucleotídeos em frangos de corte alimentados com probióticos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-29072009-132711/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: