Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Sobrevida em hipertensão pulmonar associada à esquistossomose mansônica (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERNANDES, CAIO JULIO CESAR DOS SANTOS - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCP
  • Subjects: HIPERTENSÃO PULMONAR; ESQUISTOSSOMOSE MANSONI; HEMODINÂMICA; MORTALIDADE; SOBREVIVÊNCIA LIVRE DE DOENÇA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A esquistossomose (Sch) é uma das doenças infecciosas crônicas mais prevalentes do mundo. Entretanto, dados a respeito de uma de suas complicações, a hipertensão arterial pulmonar (HAP), são escassos. O objetivo deste estudo é avaliar a história natural de pacientes com HAP-Sch comparados a pacientes com HAP idiopática (HAPI). Métodos: Análise retrospectiva dos prontuários de todos os pacientes consecutivamente diagnosticados como HAP-Sch e HAPI no Instituto do Coração, São Paulo, Brasil, entre 2004 e 2008. Nenhum dos pacientes com Sch-PAH recebeu tratamento específico para HAP enquanto todos os pacientes com HAPI receberam. Resultados: Pacientes com HAP-Sch (n=54) apresentavam hipertensão pulmonar menos grave ao diagnóstico, com menores níveis de resistência vascular pulmonar (11.3 ± 11.3 vs 16.7 ± 10.6 UI; p=0.002) e pressão média de artéria pulmonar (56.7 ± 18.7 vs. 64.6 ± 17.4 mmHg; p=0.01) e ainda maior débito cardíaco (4.62 ± 1.5 vs. 3.87 ± 1.5 L/min; p=0.009) quando comparados com os pacientes com HAPI (n=95). Nenhum dos pacientes HAP-Sch apresentou resposta positiva ao teste agudo com vasodilatador enquanto 16.2% dos pacientes com HAPI apresentaram (p=0.015). As taxas de sobrevida em 1, 2 e 3 anos foram 95.1%, 95.1%, 85.9% e 95%, 86% e 82%, para HAP-Sch e HAPI, respectivamente (p=0.49). Ambos os grupos tinham uma maior taxa de sobrevida quando comparadas àquela estimada pela equação do NIH para os pacientes com HAPI sem tratamento específico para HAP (71%, 61% e 52%, respectivamente). Conclusão: HAP-Sch tem um curso clínico mais benigno do que HAPI apesar da falta de vasorreatividade aguda na avaliação hemodinâmica inicia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.06.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700068332W4.DB8 SP.USP FM-2 F399so 2010
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Caio Julio Cesar dos Santos; SOUZA, Rogério de. Sobrevida em hipertensão pulmonar associada à esquistossomose mansônica. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5150/tde-27082010-173740/ >.
    • APA

      Fernandes, C. J. C. dos S., & Souza, R. de. (2010). Sobrevida em hipertensão pulmonar associada à esquistossomose mansônica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5150/tde-27082010-173740/
    • NLM

      Fernandes CJC dos S, Souza R de. Sobrevida em hipertensão pulmonar associada à esquistossomose mansônica [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5150/tde-27082010-173740/
    • Vancouver

      Fernandes CJC dos S, Souza R de. Sobrevida em hipertensão pulmonar associada à esquistossomose mansônica [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5150/tde-27082010-173740/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: