Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SAITO, FERNANDO JOSé AKIRA - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: NEOPLASIAS PROSTÁTICAS; COMPLICAÇÕES INTRAOPERATÓRIAS; PRÓSTATA (CIRURGIA); RESIDÊNCIA MÉDICA; PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS OPERATÓRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A curva de aprendizado em cirurgia é um período de sedimentação de habilidades onde procedimentos são realizados com maior dificuldade e lentidão, maior risco de complicações intra-operatórias e menor eficácia clínico-funcional devido à inexperiência do cirurgião. Nós analisamos a curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica realizada por médicos residentes do Setor de Uro-Oncologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Método: estudo prospectivo, envolvendo 184 prostatectomias radicais retropúbicas, realizadas por cinco residentes consecutivamente, entre 02/06/2006 e 31/01/2008. Foram considerados: o tempo operatório, sangramento transoperatório, necessidade de transfusão sanguínea, taxa de margens cirúrgicas comprometidas, complicações intra-operatórias e avaliação funcional precoce. Resultados: cada residente realizou em média 37 cirurgias. O PSA mediano foi de 9,3 ng/mL e o estágio clínico T1c em 71% dos pacientes. O estágio patológico foi pT2 (73%), pT3 (23%), pT4 (4%); o escore de Gleason na peça cirúrgica foi de 54% (Gleason 7). O tempo cirúrgico mediano foi de 140 minutos, o sangramento mediano de 488 mL e a necessidade de transfusão sanguínea de 7,2%. A taxa de margens cirúrgicas positivas de 23% foi constante nos 30 primeiros casos. A avaliação funcional precoce (até 6 meses de pós-operatório) mostrou 89% de continência, 57% de disfunção erétil e 7% de recidiva bioquímica. Conclusão: (Continua)(Continuação) Durante a curva de aprendizado da prostatectomia radical, ocorre redução significativa do tempo operatório após 20 cirurgias e tendência de redução do sangramento e da necessidade de transfusão sanguínea após 29 cirurgias. As margens cirúrgicas permanecem estáveis em 23%
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.07.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700068322W4.DB8 SP.USP FM-2 S151cu 2010
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SAITO, Fernando José Akira; DALL'OGLIO, Marcos Francisco. Curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5153/tde-02092010-172959/ >.
    • APA

      Saito, F. J. A., & Dall'Oglio, M. F. (2010). Curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5153/tde-02092010-172959/
    • NLM

      Saito FJA, Dall'Oglio MF. Curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5153/tde-02092010-172959/
    • Vancouver

      Saito FJA, Dall'Oglio MF. Curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5153/tde-02092010-172959/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: