Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Soroprevalência ao CMV em gestantes na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CAMOSSATTO, REGINA APARECIDA CASTELLUCCI - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: INFECÇÕES POR CYTOMEGALOVIRUS; GRAVIDEZ; GRAVIDEZ; ESTUDOS SOROEPIDEMIOLÓGICOS
  • Language: Português
  • Abstract: A incidência da infecção e da doença congénita pelo citomegalovirus depende das características epidemiológicas populacionais e imunológicas das mulheres em idade fértil. Apesar de estudos realizados na população brasileira demonstrarem a alta incidência da infecção congénita por este vírus, ainda não é conhecido a real soroprevalência materna ao CMV nesta população. As características epidemiológicas regionais da infecção por este vírus são importantes na tomada de medidas de prevenção. Foi objetivo deste estudo a determinação da soroprevalência ao CMV estratificada pela idade, em uma população representativa de gestantes atendidas em um programa público de pré-natal na cidade de Ribeirão Preto. Para o cumprimento deste objetivo, foram induídas retrospectivamente 4615 gestantes que realizaram o pré-natal nas 36 unidades básicas de saúde responsáveis pelo serviço de assistência primária publica 1 na cidade de Ribeirão Preto, no período de Setembro de 2005 a Setembro de 2006. O plano amostral constituiu na seleção de forma aleatória, proporcionada e estratificada por faixa etária nas cinco principais distritais de saúde do município de Ribeirão Preto. Encontrou-se uma soroprevalência ao CMV nesta população de gestantes de96,7%, (IC= 95%: 95,4; 97,7 %).. A soroprevalência estratificada pela idade e os respectivos intervalos de confiança nas diferentes faixas etárias foram de 95,8%, (92.1- 97,9) na faixa etária de 12 a 19 anos, 97,1% (94,4 -98,6%) na idade de 20 a 24 anos; 97,1 % (93,9-98,7) na faixa etária de 25 a 29 anos e de 96,7%, ( 93,1 - 98,5)., e na faixa etária de 30 a 46 anos Uma alta soroprevalência ao CMV foi encontrada nesta população de A soroprevalência estratificada pela idade mostrou que não houve aumento da soropositividade ao CMV, com o aumento da idade, sugerindo que a infecção pelo CMV ocorre precocemente nesta população.A alta soroprevalência materna ao CMV sugere que a infecção materna não primaria é responsável pela grande maioria dos casos de infecção congénita pelo CMV nesta população
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.04.2010

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200055116Camossatto, Regina Aparecida Castellucci
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAMOSSATTO, Regina Aparecida Castellucci; YAMAMOTO, Aparecida Yulie. Soroprevalência ao CMV em gestantes na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Camossatto, R. A. C., & Yamamoto, A. Y. (2010). Soroprevalência ao CMV em gestantes na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Camossatto RAC, Yamamoto AY. Soroprevalência ao CMV em gestantes na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo. 2010 ;
    • Vancouver

      Camossatto RAC, Yamamoto AY. Soroprevalência ao CMV em gestantes na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: