Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Influência da altura e do tipo de salto de sapato no retorno venoso da mulher jovem avaliada por pletismografia a ar (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TEDESCHI FILHO, WAGNER - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: DOENÇAS VASCULARES; AGRONOMIA; MEMBROS INFERIORES; VASOS SANGUÍNEOS; CALÇADOS (FEMININO)
  • Language: Português
  • Abstract: Contexto: A influencia do salto de sapatos na função venosa e controversa e pouco abordada na literatura. A importância da ergonomia na qualidade de vida e um fator consagrado e situações que a prejudiquem como permanência prolongada na posição supina, qualidade dos calçados e condições do local de trabalho podem interferir na saúde do individuo. Objetivo: O objetivo foi estudar a influência da altura do salto do sapato feminino na drenagem venosa dos membros inferiores, através da pletismografia a ar (PGA) utilizando seus parâmetros clássicos Índice de Enchimento venoso (IEV), Fração de Ejeção (FE) e Fração de Volume Residual (FVR) assim com estabelecer correlação entre os achados objetivos do estudo pletismografico com a percepção das usuárias a respeito dos diferentes tipos de calçados quando utilizados por diferentes períodos de tempo. Método: Trinta mulheres, com idade media de 26,4 anos, assintomáticas, utilizando calçados de tamanhos apropriados, foram examinadas em 4 momentos: descalças (0 cm), salto médio agulha (3,5 cm), salto alto agulha (7 cm) e salto plataforma (7 cm). Apresentavam índice de massa corporal < 25 e foram classificadas de acordo com a Classificação Internacional CEAP, em critérios: clinico (C0 ou C1), etiológico (Ep), anatômico (As) e fisiopatológico (Pr). Os valores de IEV, FE e FVR foram separados em quatro categorias para cada situação diferente de salto e comparadas entre si, utilizando-se a analise de variância para medias repetidas (ANOVA). A percepção de conforto, peso, dor e edema das mulheres frente aos diferentes tipos e alturas de saltos foram avaliados através de um questionário auto-aplicável respondido por 50 voluntarias. Resultados: Houve aumento significativo da FVR nos grupos de salto de 7,0 cm tanto agulha quanto plataforma (sendo o ultimo com valores ainda maiores de FVR) quando comparados com o grupo descalço (p<0,05).O FVR no grupo de salto baixo (3,5 cm) apresenta valores significativamente mais altos quando comparado ao grupo descalço (p<0,05), porem não houve diferença em relação aos outros grupos de saltos mais altos apesar da forte tendência de aumento neste últimos. O FE apresentou queda significativa nos grupos de saltos mais altos de 7cm (agulha e plataforma) em relação ao grupo descalço (p˂0,05). O IEV comportou-se de maneira semelhante nas três situações avaliadas. A correlação de Pearson evidencia correlação inversa entre FE e FVR de forma que saltos de 7cm ocasionam pior desempenho sistólico e diastólico com menores valores da FE e maiores valores de FVR, respectivamente. A analise dos questionários deixa evidente (p˂0,001) a correlação das queixas venosas mais freqüentes com o uso de saltos mais altos, assim como também com períodos mais prolongados de uso dos mesmos. Conclusão: O salto alto diminui a função de bomba muscular demonstrado pela queda da FE e aumento da FVR, podendo, com o seu uso continuo, provocar hipertensão venosa nos membros inferiores, sendo preditivo de sintomatologia na doença venosa segundo a avaliação das próprias usuárias de saltos altos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.07.2010

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200055569Tedeschi Filho, Wagner
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TEDESCHI FILHO, Wagner; PICCINATO, Carlos Eli. Influência da altura e do tipo de salto de sapato no retorno venoso da mulher jovem avaliada por pletismografia a ar. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Tedeschi Filho, W., & Piccinato, C. E. (2010). Influência da altura e do tipo de salto de sapato no retorno venoso da mulher jovem avaliada por pletismografia a ar. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Tedeschi Filho W, Piccinato CE. Influência da altura e do tipo de salto de sapato no retorno venoso da mulher jovem avaliada por pletismografia a ar. 2010 ;
    • Vancouver

      Tedeschi Filho W, Piccinato CE. Influência da altura e do tipo de salto de sapato no retorno venoso da mulher jovem avaliada por pletismografia a ar. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: