Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Papel do interferon-gama na fagocitose imunológica e na produção de espécies reativas de oxigênio por neutrófilos polimorfonucleares de camundongo (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARCHI, LARISSA FÁVARO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: NEUTRÓFILOS; FAGOCITOSE; INTERFERONS
  • Language: Português
  • Abstract: Os neutrófilos desempenham um papel essencial na defesa do hospedeiro contra agentes microbianos e na reação inflamatória. Eles são capazes de ingerir microrganismos ou partículas estranhas. Ao fagocitá-las, forma-se o fagossomo onde os microrganismos são mortos pela liberação de enzimas hidrolíticas e de espécies reactivas de oxigênio. Este consumo de oxigênio e chamado de explosão ou “burst” respiratório. O burst respiratório envolve a ativação da enzima NADPH-oxidase, que produz grandes quantidades de superóxido. O superóxido gera o peróxido de hidrogênio que e convertido em acido hipocloroso pela enzima mieloperoxidase. Estas espécies reativas juntas tem propriedades suficientes para matar o microrganismo fagocitado. Algumas das funções dos neutrófilos podem ser reguladas em contato com certas citocinas, como o IFN-y. A interação do IFN-y com neutrófilos e essencial na resposta imune, na defesa e em processos inflamatórios. Neste estudo examinamos o efeito do IFN-y sobre a fagocitose e produção de espécies reativas de oxigênio e nitrogênio pelos neutrófilos isolados do sangue de camundongos. Nos observamos que a fagocitose realizada por neutrófilos ativados com IFN-y foi maior que no grupo controle com quase todos os estímulos testados (imunocomplexo, zimosan, zimosan opsonizado com complemento, F(ab') 2 de IgG anti Ova). A curva dose-resposta de IFN-y mostrou uma forma de U invertido, com uma resposta inicial em 10U/ml e a máxima em 150U/ml. Com altas concentrações o efeito diminui progressivamente e a leitura em 500U/ml voltou ao nível controle. O efeito do IFN-y na produção de anion superóxido, foi medida estimulando os neutrófilos com imunocomplexo precipitado de IgG e ovalbumina. A cinética de liberação extracelular mostrou uma estimulação pelo IFN-y com um pico apos 2h e 2 vezes maior quando comparado a liberação sem IFN-y. Resultados similares foram observados para a produção deperóxido de hidrogênio, acido hipocloroso e oxido nítrico. Observamos que o IFN-y ocasionou a liberação da fosfatase alcalina e ‘beta’-glucuronidase nos sobrenadantes de cultura de neutrófilos ativados com IFN-y e estimulados com os diferentes estímulos. O IFN-y provocou uma aumento significativo na expressão de dectina-1, FcyRII/III e CD11b. Isto sugere que o aumento da fagocitose e da produção de espécies reativas observada em neutrófilos ativados com IFN-y por 2 horas pode ser conseqüência do aumento da expressão dos receptores nesta célula ativada. Os neutrófilos estimulados com IFN-y também liberaram citocinas pro-inflamatórias como IL-6 e TNF‘alfa’. Observamos que na população de neutrófilos ativados com IFN-y ocorreu um aumento na expressão de mRNA das subunidades ‘gp91 POT. phox’ e ‘p47 POT. phox’. Isto sugere que o aumento na liberação das espécies reativas observado em neutrófilos ativados com IFN-y pode ser uma conseqüência do aumento na expressão de mRNA das subunidades ‘gp91 POT. phox’ e ‘p47 POT. phox’ que pode resultar numa maior expressão protéica destes componentes. Foram apresentadas evidencias de que o efeito do IFN-y sobre as funções avaliadas neste estudo e dependente de um mecanismo genômico envolvendo a síntese de proteínas, uma vez que poderiam ser evitadas pelo pré-tratamento das células com cicloheximida e actimomicina D. Esses resultados obtidos podem ser importantes fatores para modulação do processo fagocítico com implicações no mecanismo de defesa e processos fisiológicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.08.2010

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200055557Marchi, Larissa Fávaro
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARCHI, Larissa Fávaro; MANTOVANI, Bernardo. Papel do interferon-gama na fagocitose imunológica e na produção de espécies reativas de oxigênio por neutrófilos polimorfonucleares de camundongo. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Marchi, L. F., & Mantovani, B. (2010). Papel do interferon-gama na fagocitose imunológica e na produção de espécies reativas de oxigênio por neutrófilos polimorfonucleares de camundongo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Marchi LF, Mantovani B. Papel do interferon-gama na fagocitose imunológica e na produção de espécies reativas de oxigênio por neutrófilos polimorfonucleares de camundongo. 2010 ;
    • Vancouver

      Marchi LF, Mantovani B. Papel do interferon-gama na fagocitose imunológica e na produção de espécies reativas de oxigênio por neutrófilos polimorfonucleares de camundongo. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: