Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Sedimentologia, cronologia e dinâmica progradacional das planícies costeiras de Campos Verdes e Ji (Laguna, SC) (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TANAKA, ANA PAULA BURGOA - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GSA
  • Subjects: SISTEMAS DEPOSICIONAIS; DINÂMICA SEDIMENTAR
  • Language: Português
  • Abstract: 1946 '+OU-' 141 anos (4); e desde 1946 '+OU–' 141 anos até o presente (5); com taxas de progradação de 1,07, 0,35, 3,45, 0,76 m/a e indeterminada, respectivamente. O estágio 4 compreende fase de estabilização de dunas eólicas, com lobo deposicional datado em 2255 '+OU–' 123 anos, e o estágio 5 inclui fase de reativação deflacionar, com duna parabólica faminta datada de 711 '+OU–' 64 anos. Para a planície do Ji, definiram-se cinco estágios cronológicos: anterior a 2794 '+OU–' 151 anos (1); de 2794 '+OU–' 151 a 2537 '+OU–' 140 anos (2); de 2537 '+OU–' 140 a 1031 '+OU–' 35 (3); de 1031 '+OU–' 35 a 831 '+OU–' 43 anos (4); e desde 751 '+OU–' 43 anos até o presente (5). As taxas de progradação calculadas para os últimos quatro estágios foram de 2,26, 0,28, 1,47 m/a, respectivamente. A fase de estabilização de dunas da geração eólica 3, datada em 1346 '+OU–' 73 anos, aconteceu durante o estágio 3. Campos de dunas transgresssivos ainda ativos iniciaram seu desenvolvimento durante o estágio 5. O crescimento das duas planícies ocorreu em anti-fase, com alternância entre duas situações: a situação 1 caracteriza-se por predominância de deriva litorânea rumo NE, relacionada a incursões mais frequentes de frentes frias e massa de ar polar na região; a situação 2 corresponde a dominância de deriva litorânea rumo SW, sob maior ação da massa tropical Atlântica e menor frequência de incursões de frentes frias. Um “boom” na progradação de ambas as planícies, registrado por volta de 2700 anos AP, pode estar relacionado à ocorrência de um dos eventos climáticos de escala milenar do Holoceno, o evento Bond 2, caracterizado na região por aumento pontuado de umidade e precipitação e, por extensão, de aporte fluvial. O desenvolvimento ou reativação de dunas do estágio 5 em Campos Verdes pode estar ligado à intensificação dos ventos durante outro evento de escala milenar, a Pequena Idade doGelo. Fluxos da ordem de ’10 POT.4’ ‘m POT.3’/ano foram obtidos em simulação estocástica de um cenário geral de trocas de sedimentos entre compartimentos (eg. praia e campo de dunas) no Ji. Na simulação condicionada por variáveis climáticas, observa-se que o transporte eólico, com desenvolvimento de campos de dunas, pode ocorrer mesmo durante períodos chuvosos (precipitação média superior a 400mm), desde que os fluxos eólicos sejam dez vezes maiores que os obtidos na simulação do cenário geral.Localizadas no litoral sul de Santa Catarina, as planícies costeiras holocênicas de Campos Verdes e Ji caracterizam-se por séries truncadas de cordões litorâneos alternados a campos de dunas livres. Constituem exemplo de planícies formadas em um mesmo contexto regional, porém sob condições distintas quanto ao caráter hidrodinâmico: área semiprotegida de retrobarreira (Campos Verdes) versus tômbolo de mar aberto (Ji). A meta deste trabalho é construir modelos de evolução sedimentar para estas duas planícies com base em fotointerpretação, granulometria, minerais pesados, idades LOE, cálculo de taxas de progradação e simulação computacional. A comparação visa contribuir para a compreensão dos processos formadores ou remodeladores de planícies de cordões em geral e definir o caráter, se autocíclico ou alocíclico, de cada mecanismo no caso em estudo. O desenvolvimento destas planícies teria começado durante a desaceleração da subida de NRM, pouco antes do nível máximo holocênico, alcançado por volta de 5 ka AP. A partir de padrões de transporte e retrabalhamento sedimentar deduzidos com base em estatísticas da distribuição granulométrica (tamanho médio, seleção, assimetria), combinadas com variação dos índices de minerais pesados (ilNS, iMET, iZTR, iTZ, iHT, iRZ), infere-se progradação da planície de Campos Verdes para norte, com componente de crescimento longitudinal para oeste, e da planície do Ji para leste, com componente longitudinal para norte. A distribuição dos minerais pesados deve-se em parte a mudança/aproximação, no decorrer do tempo, da fonte representada pelo delta do Tubarão, com entrada crescente de sedimentos menos maturos no sistema. A evolução da planície de Campos Verdes foi dividida em cinco estágios cronológicos: anterior a 4912 '+OU-' 270 anos AP (1); de 4199 '+OU-' 347 a 2763 '+OU-' 205 anos (2); de 2763 '+OU–' 205 a 2816 '+OU-'193 anos (3); de 2816 '+OU-'193 a
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.10.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900028060T T161 APB.s e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TANAKA, Ana Paula Burgoa; GIANNINI, Paulo César Fonseca. Sedimentologia, cronologia e dinâmica progradacional das planícies costeiras de Campos Verdes e Ji (Laguna, SC). 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-08012011-200134/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Tanaka, A. P. B., & Giannini, P. C. F. (2010). Sedimentologia, cronologia e dinâmica progradacional das planícies costeiras de Campos Verdes e Ji (Laguna, SC). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-08012011-200134/?&lang=pt-br
    • NLM

      Tanaka APB, Giannini PCF. Sedimentologia, cronologia e dinâmica progradacional das planícies costeiras de Campos Verdes e Ji (Laguna, SC) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-08012011-200134/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Tanaka APB, Giannini PCF. Sedimentologia, cronologia e dinâmica progradacional das planícies costeiras de Campos Verdes e Ji (Laguna, SC) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-08012011-200134/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: