Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Identificação de substâncias biologicamente ativas, produzidas por laranjeira Valência (Citrus sinensis), envolvidas na ativação de estruturas de infecção de Colletotrichum acutatum (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VILELA, ARIANA ELISEI - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Subjects: ÁGUA; COMPOSTOS VOLÁTEIS; FLORAÇÃO; FUNGOS FITOPATOGÊNICOS; GERMINAÇÃO; LARANJA; PODRIDÃO (DOENÇA DE PLANTA)
  • Language: Português
  • Abstract: A Podridão Floral dos Citros é uma doença que tem limitado a produção citrícola em várias regiões produtoras do mundo. A sintomatologia esta associada principalmente quando coincide alta pluviosidade e intensa florada. O fungo se encontra na forma quiescente em órgãos vegetais e na presença de nutrientes exógenos reinicia o processo de infecção. Os objetivos do trabalho foram: (i) avaliar o efeito das águas de lavagem bruta (ALB) obtidas a partir de flores, botões e folhas de laranjeira Valência, sobre o crescimento micelial, germinação e formação de apressórios por C. acutatum; (ii) avaliar o efeito dos compostos voláteis liberados pelas ALB e as frações produzidas a partir das águas de lavagem de flores e botões sobre a germinação e formação de apressórios; (iii) estabelecer uma metodologia para observação de estruturas de infecção em folhas de citros. Foram realizados dois bioensaios de germinação e formação de apressórios e crescimento micelial para as águas de lavagem bruta. O primeiro representado pelos tratamentos: testemunha (T), água de lavagem das flores (F), botões (B), folhas novas (FN), folhas velhas (FV) e a diluição da água das flores em 1:10, 1:100, 1:1000 e 1:10000 (v/v). O segundo por testemunha (T), água de lavagem das flores (F), botões (B), folhas novas (FN), folhas velhas (FV) e a autoclavagem destes mesmos tratamentos. Os voláteis liberados pelas águas de lavagem de flores e botões primeiramente foram identificados por SPME-CG-MS e logo após as frações foram obtidas de acordo com o tempo de retenção de cada pico encontrado, totalizando 5 frações para cada amostra. Realizou-se um bioensaio de germinação e formação de apressórios com as frações obtidas em contato direto com os esporos. Para a observaçãode estruturas de infecção, discos foliares de plantas cítricas foram inoculados, submetido a clareamento e posterior coloração para a observação ao microscópio. Os resultados das ALB mostraram que todos os tratamentos estimularam a germinação e formação de apressórios por C. acutatum. Os voláteis não apresentaram efeito indutor sobre os esporos, porém quando fracionados e colocados em contato direto com as estruturas, as frações botão apresentaram uma maior atividade indutora quando comparada a testemunha. Nenhum tratamento alterou o crescimento micelial do fungo. A melhor visualização dos esporos nas folhas ocorreu 48 horas após a inoculação. Com base nesses resultados, pode-se concluir que as águas de lavagem estimulam a germinação e formação de apressórios, e apenas os voláteis presentes nas frações botão estimularam a germinação de C. acutatum
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.11.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500117257t634.31 V699i e.2 97896
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VILELA, Ariana Elisei; PASCHOLATI, Sergio Florentino. Identificação de substâncias biologicamente ativas, produzidas por laranjeira Valência (Citrus sinensis), envolvidas na ativação de estruturas de infecção de Colletotrichum acutatum. 2010.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-26112010-095523/ >.
    • APA

      Vilela, A. E., & Pascholati, S. F. (2010). Identificação de substâncias biologicamente ativas, produzidas por laranjeira Valência (Citrus sinensis), envolvidas na ativação de estruturas de infecção de Colletotrichum acutatum. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-26112010-095523/
    • NLM

      Vilela AE, Pascholati SF. Identificação de substâncias biologicamente ativas, produzidas por laranjeira Valência (Citrus sinensis), envolvidas na ativação de estruturas de infecção de Colletotrichum acutatum [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-26112010-095523/
    • Vancouver

      Vilela AE, Pascholati SF. Identificação de substâncias biologicamente ativas, produzidas por laranjeira Valência (Citrus sinensis), envolvidas na ativação de estruturas de infecção de Colletotrichum acutatum [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-26112010-095523/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: