Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Comparação dos resultados obtidos no tratamento da hiperidrose axilar pela simpatectomia torácica videotoracoscópica nos níveis de desnervação: T3-T4 versus T4 (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MUNIA, MARCO ANTONIO SOARES - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: HIPERIDROSE (CIRURGIA); SIMPATECTOMIA; SISTEMA NERVOSO SIMPÁTICO; GÂNGLIOS; QUALIDADE DE VIDA
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O nível ótimo de simpatectomia para a hiperidrose axilar seria aquele que resultasse no tratamento definitivo da hiperidrose, associado à mínima intensidade de hiperidrose compensatória. OBJETIVO: Comparar duas técnicas cirúrgicas (níveis de desnervação) de simpatectomia por videotoracoscopia para o tratamento da hiperidrose axilar em um período de 12 meses. MÉTODO: De janeiro de 2004 a julho de 2007, foram seguidos 64 pacientes portadores de hiperidrose axilar randomizados para a simpatectomia por videotoracoscopia nos níveis dos gânglios T3-T4 ou T4. O acompanhamento ocorreu pelo período de 12 meses avaliando-se: a resolução da hiperidrose axilar; a incidência e intensidade da hiperidrose compensatória; sua evolução durante o estudo; e a qualidade de vida dos pacientes. RESULTADOS: Todos os pacientes apresentaram resolução da hiperidrose axilar. Não houve falhas terapêuticas. Após 12 meses, 57,6% dos pacientes do grupo T4 e 6,5% dos pacientes de T3-T4 apresentavam-se sem hiperidrose compensatória (p<0,001). Os pacientes do grupo T4 que apresentaram hiperidrose compensatória mostraram menor intensidade que os do grupo T3-T4, não sendo observada HC intensa (p<0,001). Verificou-se melhora da qualidade de vida desde a primeira avaliação, sendo que no grupo T4 esta se mostrou maior que no grupo T3-T4 a partir de seis meses de seguimento (p=0,002). CONCLUSÕES: Ambas as técnicas são efetivas para tratar a hiperidrose axilar. A complicação mais frequente foi a hiperidrose compensatória, que, cronologicamente, apresentou-se estável durante o estudo. A simpatectomia no nível T4 apresentou menor intensidade de HC, com melhora da qualidade de vida ao longo do seguimento.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.11.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700095718W4.DB8 SP.USP FM-2 M93co 2010
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MUNIA, Marco Antonio Soares; WOLOSKER, Nelson. Comparação dos resultados obtidos no tratamento da hiperidrose axilar pela simpatectomia torácica videotoracoscópica nos níveis de desnervação: T3-T4 versus T4. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-21122010-095743/ >.
    • APA

      Munia, M. A. S., & Wolosker, N. (2010). Comparação dos resultados obtidos no tratamento da hiperidrose axilar pela simpatectomia torácica videotoracoscópica nos níveis de desnervação: T3-T4 versus T4. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-21122010-095743/
    • NLM

      Munia MAS, Wolosker N. Comparação dos resultados obtidos no tratamento da hiperidrose axilar pela simpatectomia torácica videotoracoscópica nos níveis de desnervação: T3-T4 versus T4 [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-21122010-095743/
    • Vancouver

      Munia MAS, Wolosker N. Comparação dos resultados obtidos no tratamento da hiperidrose axilar pela simpatectomia torácica videotoracoscópica nos níveis de desnervação: T3-T4 versus T4 [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5132/tde-21122010-095743/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: