Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Flow: o que é isso? um estudo psicológico sobre experiências ótimas de fluxo na consciência, sob a perspectiva da psicologia positiva (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KAMEI, HELDER HIROKI - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: ESTADOS DE CONSCIÊNCIA (FLUXO); PSICOLOGIA POSITIVA; BEM-ESTAR SOCIAL; DANÇA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho visa compreender o que são as experiências de flow, investigando e verificando a qualidade da experiência subjetiva durante a prática de uma determinada atividade intrinsecamente motivadora (a dança-de-salão). Flow é um conceito desenvolvido por Mihaly Csikszentmihalyi, co-fundador do movimento conhecido como Psicologia Positiva, que foi idealizado em 1998 por Martin Seligman. Um dos principais campos temáticos das pesquisas em Psicologia Positiva consiste nos estudos sobre felicidade, sendo que este trabalho pretende contribuir para as pesquisas sobre felicidade e bem-estar subjetivo no Brasil. Para apreender as qualidades da experiência de flow, optou-se pelo método qualitativo e preferiu-se partir da narrativa dos próprios sujeitos, empregando a técnica da entrevista-narrativa norteada por roteiro semi-estruturado. As entrevistas foram realizadas em 6 escolas de dança-de-salão na cidade de São Paulo, sendo selecionados vinte participantes do gênero masculino e feminino, entre 20 e 40 anos de idade, dentre eles 10 alunos que praticavam a dança-de-salão como atividade de lazer e 10 profissionais, professores de dança. Para analisar os depoimentos, foi utilizado o método de derivação empírica das categorias (Csikszentmihalyi & Robinson, 1990), sendo estas apresentadas por meio de citações e quantidades. As citações são trechos de depoimentos que ilustram uma determinada categoria, enquanto as quantidades sinalizam a importância de cada tópico dentro doconjunto das narrativas. As dimensões, categorias, sub-categorias e variáveis levantadas a partir das narrativas dos sujeitos foram comparadas com as características do flow e condições para sua ocorrência conforme descritas por Csikszentmihalyi em sua teoria, para verificar a existência de possíveis concordâncias e discordâncias. Foram identificadas 4 dimensões da experiência subjetiva durante a atividade de flow: motivacional, emocional, cognitiva e perceptiva, além de uma dimensão relacionada às conseqüências da prática desta atividade. Os resultados indicaram que, durante a experiência de flow, há presença de alta motivação intrínseca, emoções e sentimentos positivos, alta concentração, atenção focada na atividade e no momento presente, percepção de controle corporal e mental, distorção da experiência temporal e um feedback positivo sobre o desempenho, o que eleva a qualidade da experiência subjetiva a níveis ótimos. Os resultados apontaram que a vivência de experiências de flow ou de outros estados subjetivos, como ansiedade, tédio ou relaxamento, dependem principalmente do nível e do equilíbrio entre, de um lado, os desafios e dificuldades demandadas pela atividade, e de outro, pelas capacidades e habilidades do indivíduo. Houve concordâncias em sete das oito dimensões do flow, conforme descritas por Csikszentmihalyi e colaboradores. Houve discordância em relação a uma dimensão: perda da autoconsciência reflexiva e transcendência das fronteiras do self. Comoconseqüências da prática da atividade de flow, verificamos aumento da auto-estima após a dança e crescimento pessoal em diversos aspectos, principalmente sociais, de personalidade e emocionais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.08.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300028279T BF204.6 K15f e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KAMEI, Helder Hiroki; VASCONCELOS, Esdras Guerreiro. Flow: o que é isso? um estudo psicológico sobre experiências ótimas de fluxo na consciência, sob a perspectiva da psicologia positiva. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-21102010-124017/ >.
    • APA

      Kamei, H. H., & Vasconcelos, E. G. (2010). Flow: o que é isso? um estudo psicológico sobre experiências ótimas de fluxo na consciência, sob a perspectiva da psicologia positiva. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-21102010-124017/
    • NLM

      Kamei HH, Vasconcelos EG. Flow: o que é isso? um estudo psicológico sobre experiências ótimas de fluxo na consciência, sob a perspectiva da psicologia positiva [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-21102010-124017/
    • Vancouver

      Kamei HH, Vasconcelos EG. Flow: o que é isso? um estudo psicológico sobre experiências ótimas de fluxo na consciência, sob a perspectiva da psicologia positiva [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-21102010-124017/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: