Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização do eixo imune-pineal: glândula pineal como alvo para lipopolissacarídeo (LPS) (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MACHADO, SANSERAY DA SILVEIRA CRUZ - IB
  • USP Schools: IB
  • Subjects: GLÂNDULA PINEAL; MELATONINA; LIPOPOLISSACARÍDEOS
  • Language: Português
  • Abstract: O fator de transcrição nuclear kappa B (NFKB), central na resposta inflamatória, é constitutivamente expresso em glândulas pineais de rato. A inibição da translocação nuclear deste fator em pineais de rato por corticosterona potencia, enquanto que a inibição pela citocina fator de necrose tumoral (TNF) inibe a síntese de melatonina por inibição da transcrição da Aa-nat. Esta redução da produção noturna de melatonina está implicada em favorecer a montagem da resposta inflamatória. Embora dados da literatura sugerirem redução da produção de melatonina durante processos infecciosos, não há evidências diretas da habilidade da glândula pineal em reconhecer o lipopolissacarídeo (LPS), a endotoxina da membrana de bactérias gram-negativas. Esta dissertação investigou se a glândula pineal de ratos expressa receptores para o reconhecimento do LPS e estabeleceu possíveis mecanismos de ação desta endotoxina na glândula pineal de ratos. Nossos resultados demonstram que a glândula pineal expressa de maneira constitutiva os receptores CD14 e o TLR4. LPS induz a translocação nuclear dos dímeros p50/p50 e p50/RelA e a síntese de TNF em glândulas cultivadas. A máxima produção de TNF no meio de cultura é coincidente com a máxima expressão do receptor TNFR1 em pinealócitos. Além disso, LPS inibe a síntese de N-acetilserotonina e melatonina. Em conclusão, neste estudo, demonstramos que a pineal é alvo para o componente de bactérias gram-negativas LPS, reforçando a proposta de que esta glândulareconhece e gera respostas a moléculas que sinalizam a montagem da resposta inflamatória
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.08.2010
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IB12000025615M-1501
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACHADO, Sanseray da Silveira Cruz; MARKUS, Regina Pekelmann. Caracterização do eixo imune-pineal: glândula pineal como alvo para lipopolissacarídeo (LPS). 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-06122010-100938/ >.
    • APA

      Machado, S. da S. C., & Markus, R. P. (2010). Caracterização do eixo imune-pineal: glândula pineal como alvo para lipopolissacarídeo (LPS). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-06122010-100938/
    • NLM

      Machado S da SC, Markus RP. Caracterização do eixo imune-pineal: glândula pineal como alvo para lipopolissacarídeo (LPS) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-06122010-100938/
    • Vancouver

      Machado S da SC, Markus RP. Caracterização do eixo imune-pineal: glândula pineal como alvo para lipopolissacarídeo (LPS) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-06122010-100938/