Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Vinhaça da cana-de-açucar: fluxos de gases de efeito estufa e comunidades de archaea presente no sedimento do canal de distribuição (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, BRUNA GONÇALVES DE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCB
  • Subjects: CANA-DE-AÇÚCAR; ECOLOGIA MICROBIANA; EFEITO ESTUFA; GASES; MICROBIOLOGIA DO SOLO; VINHAÇA
  • Language: Português
  • Abstract: preocupação mundial com as possíveis mudanças climáticas, decorrentes do aumento da concentração de gases do efeito estufa (GEE), resultam na busca por fontes de energia renovável. Dentre estas fontes, a produção do etanol vem se destacando globalmente. O Brasil é o maior produtor mundial de etanol, baseado na cana-de-açúcar como matéria-prima. A produção deste biocombustível atua na redução das emissões de GEE, como substituinte de derivados de petróleo e fornecimento de energia, através da queima do bagaço. No entanto, é necessário quantificar o off-set do etanol em relação ao petróleo em todas as fases de produção. Importante resíduo da indústria sucroenergética é a vinhaça, gerada em elevadas quantidades e usualmente aplicada no solo em fertirrigação. Muitos estudos relatam os benefícios que a vinhaça proporciona ao solo, porém, pouco se sabe sobre os possíveis impactos que causa no ambiente, sobretudo no que se refere às emissões de GEE. O objetivo desta pesquisa foi avaliar as emissões de GEE provenientes da vinhaça no canal de distribuição e após aplicação no solo e detectar as comunidades de archaeas presentes no sedimento do canal condutor, verificando a influência de fatores bióticos e abióticos nas emissões e comunidades microbianas. A pesquisa foi desenvolvida na Usina Iracema, localizada em Iracemápolis, SP. Amostragens de GEE foram realizadas em diferentes pontos do canal de distribuição e em áreas de cana queimada e crua. Amostras de sedimento foram coletadas no canal para detecção das comunidades de archaeas por DGGE. As emissões de C-CO2 e C-CH4 provenientes da vinhaça no canal de distribuição foram influenciadas pela composição físico-química deste resíduoApesar de apresentar emissões significativas, o C-CO2 não foi computado no cálculo das emissões totais, pois é reassimilado pela fotossíntese. As emissões de N-N2O foram muito baixas, demonstrando que a vinhaça não fornece condições favoráveis à formação deste GEE. Ao converter os fluxos de N-N2O e C-CH4 em CO2 eq. observou-se que o C-CH4 contribuiu com aproximadamente 99% das emissões totais oriundas da vinhaça presente no canal. A fertirrigação do solo potencializou as emissões de CCO2 e N-N2O e não influenciou as emissões de C-CH4. As emissões de N-N2O provenientes da aplicação de nitrogênio na forma de vinhaça no solo resultaram em fatores de emissão de 0,68 e 0,44 % (kg N-N2O/kg N), respectivamente para cana queimada e crua. Após conversão dos fluxos de N-N2O e C-CH4 em CO2 eq. verificou-se que a aplicação da vinhaça no solo aumentou as emissões em 46,0 e 30,9 kg de CO2 eq. ha-1, respectivamente para cana queimada e crua. Considerando a aplicação de 200 m3 ha-1, observou-se que a vinhaça emitiu 493,9 e 489,1 kg de CO2 eq. ha-1, respectivamente para cana queimada e crua. A contabilização das emissões totais de GEE oriundas da vinhaça indicou que 90% das emissões são resultantes do canal de distribuição. A técnica de DGGE demonstrou mudanças nas estruturas das comunidades de archaea total e mcrA de acordo com os pontos de amostragem, exibiu forte relação com as condições encontradas nesses pontos e com a produção de C-CH4
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.01.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Bruna Gonçalves de; FEIGL, Brigitte Josefine. Vinhaça da cana-de-açucar: fluxos de gases de efeito estufa e comunidades de archaea presente no sedimento do canal de distribuição. 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08022011-151022/ >.
    • APA

      Oliveira, B. G. de, & Feigl, B. J. (2011). Vinhaça da cana-de-açucar: fluxos de gases de efeito estufa e comunidades de archaea presente no sedimento do canal de distribuição. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08022011-151022/
    • NLM

      Oliveira BG de, Feigl BJ. Vinhaça da cana-de-açucar: fluxos de gases de efeito estufa e comunidades de archaea presente no sedimento do canal de distribuição [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08022011-151022/
    • Vancouver

      Oliveira BG de, Feigl BJ. Vinhaça da cana-de-açucar: fluxos de gases de efeito estufa e comunidades de archaea presente no sedimento do canal de distribuição [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-08022011-151022/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019