Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Controle do tripes na bananeira, cv. Galil-7 (Musa sp. AAA) (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SAKAI, RONALDO KAZUO - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: BANANA (PROTEÇÃO); EMBALAGENS PLÁSTICAS; TRIPES (CONTROLE)
  • Language: Português
  • Abstract: presente trabalho teve como objetivo estudar o controle do tripes (Thysanoptera) na cultura da bananeira (Musa sp), utilizando a proteção do cacho com sacos plásticos associados ou não com uso de inseticida, no momento da emissão da inflorescência e 15 dias após a emissão, fase em que o cacho apresenta as pencas formadas. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com oito tratamentos e cinco repetições. Foram instalados dois experimentos, sendo o primeiro de julho a novembro de 2009, e o segundo de novembro de 2009 a fevereiro de 2010. As avaliações foram feitas quinze dias após a emissão da inflorescência e no estádio de ponto de colheita dos frutos, quantificando os sintomas de tripes na segunda, quinta e penúltima pencas do cacho. Para o tripes da erupção foram verificados os sintomas existentes numa área de circulo de 2,85cm2 de cada fruto, e para o tripes da ferrugem foram avaliados a porcentagem dos sintomas existente na área do fruto mais atacado da penca. No primeiro experimento, realizado em temperaturas mais amenas ocorreu menor incidência de pragas, sendo que para tripes da ferrugem foi insignificante e para tripes da erupção os melhores tratamentos foram os que iniciaram a proteção na emissão da inflorescência com sacos plásticos e produtos químicos O segundo experimento, conduzido em época com temperaturas mais elevadas e maior precipitação pluvial, apresentou maior incidência do tripes e os melhores tratamentos para ambos os tipos de tripes foram também os que utilizaram a proteção com sacos plásticos e produtos químicos na emissão da inflorescência. Conclui-se que a proteção com saco plástico associado às diferentes formas de aplicação de inseticida na fase da emissão da inflorescência promove o melhor controle do tripes da erupção e da ferrugem, e a incidência do tripes varia de acordo com aépoca do ano, ocorrendo maiores ataques em épocas com temperaturas mais elevadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.01.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500117900t634.772 S158c e.2 98389
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SAKAI, Ronaldo Kazuo; SCARPARE FILHO, João Alexio. Controle do tripes na bananeira, cv. Galil-7 (Musa sp. AAA). 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-14022011-075519/ >.
    • APA

      Sakai, R. K., & Scarpare Filho, J. A. (2011). Controle do tripes na bananeira, cv. Galil-7 (Musa sp. AAA). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-14022011-075519/
    • NLM

      Sakai RK, Scarpare Filho JA. Controle do tripes na bananeira, cv. Galil-7 (Musa sp. AAA) [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-14022011-075519/
    • Vancouver

      Sakai RK, Scarpare Filho JA. Controle do tripes na bananeira, cv. Galil-7 (Musa sp. AAA) [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-14022011-075519/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: