Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da contaminação após esterilização e armazenamento de artigos médico-hospitalares de uma unidade básica de saúde do município de São Paulo (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GRAZIANO, KAZUKO UCHIKAWA - EE
  • USP Schools: EE
  • Subjects: CONTAMINAÇÃO (AVALIAÇÃO); ESTERILIZAÇÃO; CENTROS DE SAÚDE; ASSISTÊNCIA À SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: Vários órgãos governamentais no âmbito nacional recomendam a adoção de prazos de validade de esterilização dos materiais críticos utilizados na assistência à saúde. A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo - SESSP (1994), por exemplo, orienta o prazo de validade de sete dias para materiais esterilizados por processos físicos em diferentes embalagens, ao mesmo tempo em que estabelece prazo como indefinido para os materiais esterilizados em òxido de Etileno quando embalados em papel grau cirúrgico. O paradigma atual é que a manutenção da esterilidade de um material depende da quaqlidade da biobarreira da embalagem, selagem segura e o controle de eventos relacionados, entendendo por este último, tudo aquilo que possa colocar em risco a integridade da embalagem e da selagem, como o uso de elásticos e barbantes, e acondicionamento em locais como gavetas apertadas. Com a finalidade de comprovar que o material não se contamina, mesmo após o período estabelecido pela SESSP ao longo do seu armazenamento, desde que com controle de eventos relacionados, este trabalho teve como objetivo, avaliar o crescimento microbiano nos materiais esterilizados pelo vapor e armazenados por períodos superiores a sete dias em uma Unidade Básica de Saúde (UBS)Após a esterilização em autoclave, 3 agulhas de sutura e 3 gazes embaladas em papel grau cirúrgico e em papel Kraft (reproduzindo a realidade do local do estudo), distribuídas aleatoriamente na frente, meio e fundo da autoclave, foram armazenadas junatmente com os materiais da UBS. As análises microbiológicas foram relaizadas no dia 0 e a cada sete dias até o 42º dia, totalizando 84 culturas microbiológicas. O material foi analisado no laboratório de Ensaios Microbiológicos do Departamento de Enfermagem Médico Cirúrgica da Escola de Enfermagem da USP. Sob fluxo laminar, cada material foi diretamente inoculado em meio de cultura caseína soja e tioglicolato de sódio para possível identificação de micro-organismos aeróbicos, anaeróbicos e facultativos de bactérias e fungos. Nenhuma das amostras revelou contaminação após 14 dias de incubação a 37ºC, demonstrando que pelo menos até o 42º os materiais mantiveram-se esterilizados. Recomenda-se que os Estabelecimentos de Assistência a Saúde adotem o controle de eventos relacionados para que os resultados desta investigação possam ser estendidos para a prática assistencialDespués de la esterilización en autoclave, 3 aujas de sutura y 3 gasas envueltas en papel grado quirúrgico y papel Kraft (reproduciendo la realidad del local de trabajo), fueron distribuidos aleatoriamente en adelante, medio y fondo del autoclave y fueron almacenados juntamente con los materiales del Centro de Salud. Los análisis microbiológicos fueron realizados en el dia 0 y a cada siete dias hasta el dia 42, totalizando 84 culturas microbiológicas. El material fue analizado en el Laboratorio de Ensayos Microbiológicos del departamento de Enfermería Médico Quirúrgico de La Escuela de Enfermería de la USP. Con flujo laminar, cada material fue directamente inoculado en medio de cultura caseína soja y tioglicolato de sodio para posible identificación de microorganismos aeróbicos, anaeróbicos y facultativos de basteria y hongos. Ninguna de las muestras reveló contaminación después de 14 dias de incubación a 37ºC, demonstrado que por lo menos hasta el dia 42 los materiales se mantuvieron esterilizados. Se recomenda que los Establecimientos de Atención a la Salud adopten el control de eventos relacionados para que los resultados de esta investigación puedan ser extendidos para la práctica asistencial
  • Imprenta:
  • Source:
    • Título do periódico: Anais
  • Conference titles: Congresso Mundial de Esterilização

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE2159481-10GRAZIANO, K. U. doc 25
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINTO, Flávia Morais Gomes; RAIZARO, Ana Paula; SOUZA, Rafael Queiroz de; GRAZIANO, Kazuko Uchikawa. Avaliação da contaminação após esterilização e armazenamento de artigos médico-hospitalares de uma unidade básica de saúde do município de São Paulo. Anais.. São Paulo: SOBECC, 2010.
    • APA

      Pinto, F. M. G., Raizaro, A. P., Souza, R. Q. de, & Graziano, K. U. (2010). Avaliação da contaminação após esterilização e armazenamento de artigos médico-hospitalares de uma unidade básica de saúde do município de São Paulo. In Anais. São Paulo: SOBECC.
    • NLM

      Pinto FMG, Raizaro AP, Souza RQ de, Graziano KU. Avaliação da contaminação após esterilização e armazenamento de artigos médico-hospitalares de uma unidade básica de saúde do município de São Paulo. Anais. 2010 ;
    • Vancouver

      Pinto FMG, Raizaro AP, Souza RQ de, Graziano KU. Avaliação da contaminação após esterilização e armazenamento de artigos médico-hospitalares de uma unidade básica de saúde do município de São Paulo. Anais. 2010 ;